Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

WRC: Ogier pode sagrar-se campeão pela quinta vez já no domingo

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/10/2017 Hugo M. Monteiro

O 73.º Rali do Reino Unido, 12.ª e penúltima prova do WRC, arranca na quinta-feira, com uma superespecial, e termina no domingo, com a power stage do 21.º troço cronometrado

© Adelino Meireles/Global Imagens

O piloto francês Sébastien Ogier (Ford Fiesta) precisa de vencer o Rali do País de Gales, no próximo fim de semana, para se sagrar campeão do mundo de ralis pela quinta vez consecutiva, a uma prova do fim.

Ogier mantém uma vantagem de 37 pontos sobre o estónio Ott Tänak, colega de equipa e segundo classificado, e 38 sobre o belga Thierry Neuville (Hyundai i20), à entrada para as últimas duas provas.

Após a prova galesa, que arranca na quinta-feira e se estende até domingo, fica a faltar ainda o Rali da Austrália, de 16 a 19 de novembro, para o final do Mundial de ralis (WRC).

Para se sagrar pentacampeão já este fim de semana, o campeão em 2013, 2014, 2015 e 2016 e o copiloto Julien Ingrassia têm dois caminhos -- o primeiro é vencer a prova por uma inédita quinta vez, e o segundo terminar a corrida no segundo lugar e conseguir todos os pontos de bónus da power stage de domingo.

Quanto aos perseguidores, Tänak tem de conseguir mais sete pontos do que Ogier e Neuville mais oito do que o francês para manterem a chama do título viva até à gravilha do Rali da Austrália.

Ogier ficou à beira do pentacampeonato após vencer o Rali do Mónaco, prova inaugural, e o Rali de Portugal, sexta prova do calendário do WRC. Tänak triunfou na Sardenha, sétima corrida, e no Rali da Alemanha, 10.ª.

Já Neuville conquistou três triunfos das 11 provas disputadas até ao momento, em França, Argentina e Polónia.

A seu favor, o líder da classificação tem um registo histórico, uma vez que é um de três pilotos com quatro vitórias na prova britânica, a par do finlandês Hanu Mikkola e do norueguês Peter Solberg, tendo vencido as últimas quatro edições.

O francês procura isolar-se no segundo posto da tabela de pilotos com mais títulos mundiais, apenas atrás do compatriota Sebástien Loeb (nove triunfos, entre 2004 e 2012), bem como tornar-se apenas no terceiro a vencer o título com duas marcas diferentes.

Agora ao volante de um Ford Fiesta, Ogier ganhou os títulos anteriores com um Volkswagen, sendo que pode igualar o alemão Walter Rohrl, campeão em 1980 com a Fiat e em 1982 com a Opel, e o finlandês Juha Kankkunen, duas vezes campeão com um Lancia, uma com um Peugeot e outra ainda com um Toyota.

No campeonato dos construtores, as contas são mais simples, uma vez que a equipa privada britânica M-Sport está a quatro pontos de vencer pela primeira vez a tabela das equipas desde 2007.

Com uma liderança de 83 pontos sobre a Hyundai, com 86 em disputa nas duas últimas corridas, um dos três pilotos da equipa, Ogier, Tänak e Elfyn Evans, que este fim de semana corre em casa, só precisa de terminar a prova galesa para confirmar o título.

.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon