Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Bruno de Carvalho garante que se demite com nova carta dos seis jogadores; eis as condições do presidente

Logótipo de Zerozero.pt Zerozero.pt 11/06/2018 Gaspar Castro
Direção do Sporting volta a garantir que não haverá AG no dia 23 © zerozero.pt - Carlos Alberto Costa Direção do Sporting volta a garantir que não haverá AG no dia 23

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, fala esta noite em conferência de imprensa e abordou já em parte a questão das quatro novas rescisões contratuais que surgiram esta segunda-feira - William Carvalho, Gelson Martins, Bruno Fernandes e Bas Dost -, garantindo que a sua direção apresentará a demissão caso os jogadores em questão, juntamente com Rui Patrício e Daniel Podence, expressem em carta que continuarão a jogar no Sporting caso tal aconteça.

«Mais um dia difícil para a família sportinguista. Não é que estas situações não estivessem pensadas, porque infelizmente estamos a viver uma altura em que há um ataque grande. São já quatro as cartas de rescisão que chegaram», começou por dizer o presidente do Sporting.

«Lamentamos que o Sporting esteja a passar por uma situação destas. Lamentamos que os sportinguistas estejam a viver um período de dúvidas, de incerteza, de angústia. Não é com certeza um desígnio desta direção que isso acontecesse. Chegámos a um ponto em que temos de olhar para o Sporting e tomar uma decisão. Ainda não tenho a do Bas Dost, mas não será difícil de ver. O que estão aqui nestas cinco rescisões não tem qualquer fundamento a nível de justa causa. Nós não somos maluquinhos, sabemos o que estamos a dizer. Tudo isto mudava o paradigma do futebol total, do futebol mundial. Se nós pudéssemos por um acontecimento hediondo como o da Academia de Alcochete rescindir, nenhum clube do mundo pagaria por um jogador, porque facilmente se leva pessoas à porta de uma Academia e depois se alega não ter condições psicológicas para [trabalhar]».

Demonstrando-se também disponível para respeitar os estatutos em caso de uma AG destitutiva, o presidente do Sporting indicou então as condições para apresentar a sua demissão, lançando a bola para o lado dos jogadores.

«Aos sportinguistas é devido um esclarecimento. É devido o tirar de uma dúvida. Ao mesmo tempo que temos cartas de rescisão a entrar temos órgãos de comunicação social a dizer que se este Conselho Diretivo se for embora eles voltam atrás. Por isso, queremos informar-vos que se os seis atletas que rescindiram - e acreditamos que mais possam acontecer, porque isto é uma estratégia de desgaste - se o problema é este Conselho Diretivo basta escreverem uma carta dizendo duas coisas. Uma: que se esta Direção se demitir voltam atrás nas rescisões e jogam no Sporting - porque para serem vendidos ao desbarato não vale a pena - e que se nos candidatarmos e ganharmos continuam a valer essas premissas. Basta haver essa carta dos seis e nós na mesma hora demitimo-nos», assegurou.


Veja também: O arrepiante vídeo de apoio à Seleção que está a correr nas redes sociais

A SEGUIR
A SEGUIR

AdChoices
AdChoices

Mais do Zerozero.pt

image beaconimage beaconimage beacon