Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Irmãos de Armas"

Na série "Irmãos de Armas" eles dão vida a jovens soldados norte-americanos que foram arrancados das suas vidas para combaterem na Europa, naquela que ficou conhecida como a Segunda Guerra Mundial. A minissérie acompanha um grupo de jovens soldados durante os desembarques do Dia D, na Normandia, no dia 6 de junho de 1944, e os 12 meses que se seguiram e que levaram à derrota da Alemanha Nazi. 75 anos depois, um pequeno grupo de veteranos voltou a França para um encontro com os atores, na cidade de Sainte-Marie-du-Mont... "Perdemos tantas pessoas... É desgastante só de pensar nisso" , refere o veterano da II Guerra Mundial, Harold Stephens. "É muito importante por causa do 75º aniversário. Seremos muito poucos quando voltarmos aqui no próximo ano" , brinca o veterano Edward Burke. Para os atores, foi comovente conhecerem os soldados que serviram de inspiração para as personagens que interpretaram. Pessoas que de facto, viveram toda aquela experiência histórica terrível. O ator Rene Moreno, refere: "não fiz muita investigação, na época, até fazer parte do elenco. Então, comecei a ler sobre eles... É incrível o que eles fizeram, e como o fizeram. É, simplesmente, incrível o que este mundo estava passar. Eles foram capazes de fazer isso numa idade tão jovem". "Não estamos a aprender sobre isto através de livros, televisão e filmes. Obviamente, não estávamos lá. Sentimos que nos passaram a bola. É a nossa vez de correr, um tempo, com ela. Depois podemos passá-la às pessoas para que possamos continuar a recordar o que eles passaram, os sacrifícios que fizeram" , sublinha o ator Nicholas Aaron. A série "Irmãos de Armas" foi coproduzida por Tom Hanks e Steven Spielberg, que colaboraram, em 1998, no filme "O resgate do soldado Ryan", também sobre a Segunda Guerra Mundial. A série "Irmãos de Armas" arrecadou seis prémios Emmy.
image beaconimage beaconimage beacon