Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Carta Aberta: Filha de Bruno de Carvalho arrasa publicamente a mãe

Logótipo de Notícias ao Minuto Notícias ao Minuto 10/08/2018 Rita Alves Correia
"Se queres dizer a verdade vamos falar as duas das tareias que davas às tuas filhas, de forma como me violentavas quando eu era bebé", escreveu Ana Catarina Carvalho na sua conta de Facebook, esta sexta-feira.: Carta Aberta: Filha de Bruno de Carvalho arrasa publicamente a mãe © Getty Images - Facebook_Ana Catarina Carvalho Carta Aberta: Filha de Bruno de Carvalho arrasa publicamente a mãe

A manhã desta sexta-feira ficou marcada pela publicação de uma carta aberta de Ana Catarina Carvalho, filha mais velha de Bruno de Carvalho, à mãe, Irina Yankovich. "Sabendo que a minha mãe vai dar a sua terceira entrevista e envergonhar-me, outra vez, com a sua loucura e mentiras, não consigo ficar mais calada. São meses a ver a figura ridícula que é a minha mãe e que ela anda a mostrar com 'orgulho'", começou por dizer num longo texto partilhado na sua página de Facebook.

A jovem, de 15 anos, ataca a progenitora, afirmando que esta não "é nada a não ser alguém que se vende por um punhado de euros". 

Ana Catarina dá pormenores inéditos sobre a infância, revelando que foi várias vezes agredida e esquecida pela mãe, factos que levaram a que o antigo Presidente do Sporting conseguisse a guarda total da filha. 

"O meu pai ganhou a minha guarda total porque, por exemplo, o relatório do psiquiatra da altura sobre a minha mãe... nem quero falar disso. Nunca quis saber de mim e agora anda outra vez a vender-se por dinheiro, mas desta vez para dar entrevistas", continuou.

"Se queres dizer a verdade vamos falar as duas das tareias que davas às tuas filhas, de forma como me violentavas quando eu era bebé e chorava, ou o facto de nunca me teres ligado num aniversário, ou no que for, em 15 anos. Não prestas, como agora ainda pude perceber melhor, nem o tempo de te mudou", afirmou a jovem.

Ana Catarina elogia também o pai e a avó, sublinhando que são as pessoas que sempre a fizeram sentir-se "amada". "Amo o meu pai, tenho um orgulho tremendo nele, na minha avó, na rapariga que me tornei... Contigo tinha acabado vendida por um taxista, ou num hospital, de forma recorrente, pelas tareias que gostas de dar às tuas filhas". 

Na sequência da publicação da carta, Bruno de Carvalho partilhou o texto na sua conta pessoal. "Não devia partilhar estas coisas. Mas, amor, percebo a tua revolta e acho que não te devo mais calar, como fiz das duas primeiras vezes. Amo-te muito e tenho muito ORGULHO em ti!", escreveu na legenda.

Publicação relacionada do Facebook

Partilhado do Facebook

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor. Descarregue a nossa App gratuita para iPhone, iPad e Android

iOS e Android

AdChoices
AdChoices

Mais do Notícias ao Minuto

AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon