Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Diretor-executivo da Nissan admite compensação indevida

O diretor-executivo da Nissan admitiu ter recebido uma remuneração superior à que lhe era devida, em violação das regras internas da construtora automóvel. A confissão, seguida de um pedido de perdão, foi feita na sequência de uma investigação interna sobre compensações indevidas, que terão beneficiado Hiroto Saikawa e outros executivos da Nissan. Saikawa afirmou que se "tornou claro que há um problema na execução do esquema de direitos", acrescentando que "o pagamento deve ser devolvido" e que ele "concordou em fazê-lo". A revelação fragiliza a posição do diretor-executivo do segundo fabricante automóvel do Japão, encarregue de fortalecer e melhorar a governação da Nissan depois do escândalo que levou ao afastamento e detenção do anterior presidente, o brasileiro Carlos Ghosn, no ano passado. Ghosn encontra-se atualmente em liberdade condicional, à espera de responder em tribunal por fraude fiscal e outras acusações.
image beaconimage beaconimage beacon