Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Finance - Top Stories - Finanças pessoais, negócios, carreira e luxo

“A Saint-Tropez de Portugal": o projeto imobiliário de Isaltino para Paço de Arcos

Logótipo de idealista idealista 16/05/2018 Redação
Wikimedia commons © Wikimedia commons Wikimedia commons

Oeiras já tem uma marina e está a construir outra. E vem aí uma terceira, desta vez em Paço de Arcos. Mas os planos do presidente da Câmara Municipal, Isaltino Morais, não se ficam por aqui. O autarca quer requalificar toda a zona costeira do município e ligar o concelho de Cascais ao de Lisboa ao longo do Tejo, através de um passeio marítimo. Está apenas à espera de luz verde da Infraestruturas de Portugal para avançar com as várias obras.  

Isaltino quer mais. Mais rotundas, mais marinas, mais obras. O líder da autarquia de Oeiras pretende construir várias rotundas entre a Cruz Quebrada e Carcavelos e avançar com desnivelamento da estrada junto a Santo Amaro de Oeiras. O objetivo, adiantou o autarca ao Público, será “abrir toda aquela frente ribeirinha do jardim de Santo Amaro para a praia”.

Grandes obras na calha

Segundo Isaltino esta será “a grande obra que vai permitir a reconciliação definitiva de Oeiras com o Tejo”. Em cima da mesa estão duas opções: a construção de um viaduto ou a construção de um túnel. A segunda opção, garante o responsável, será aquela com um menor impacto ambiental.

“Essa é uma obra que eu tenciono arrancar através de um concurso de concepção/construção”, explicou. Segundo o autarca este é um “projeto urgente” que “não se compadece com abertura de concurso público para o projeto, depois um concurso público para a empreitada.”

Paço de Arcos, a nova Saint-Tropez 

Os planos do presidente da câmara de Oeiras não se esgotam. Isaltino Morais também quer concluir o passeio marítimo entre Paço de Arcos e Caxias e entre a Cruz Quebrada e Algés, uma obra que pretende ligar o concelho de Cascais ao de Lisboa ao longo do Tejo.

Construir uma nova marina de recreio em Paço de Arcos também está no seu horizonte. Isaltino quer “fazer de Paço de Arcos a Saint-Tropez de Portugal". O autarca de Oeiras sublinhou que o centro da vila "está a ser recuperado e está a ficar muito bonito”, acrescentando “que até ao fim deste ano vão abrir mais quatro restaurantes”. Paço de Arcos tem, assim, “todas as condições para ser uma espécie de Saint-Tropez".

Oeiras já tem uma marina junto à Praia da Torre, mas está prevista a construção de uma outra na Cruz Quebrada, em função de um megaprojeto imobiliário do grupo SIL para a foz do Jamor. Com a anunciada construção de uma marina em Paço de Arcos, o concelho de Oeiras ficará com três equipamentos do género. “Quantas mais marinas houver na zona do Tejo, melhor”, disse ainda Isaltino ao Público.

AdChoices
AdChoices

Mais do idealista

image beaconimage beaconimage beacon