Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Carga fiscal bateu recorde no ano passado: assim evoluiu desde 1995

Logótipo de idealista idealista 16/05/2019 Redação
INE © INE INE

A carga fiscal subiu para 35,4% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2018 e atingiu um valor recorde: é o valor mais alto desde pelo menos 1995, confirmou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

“Em 2018, a carga fiscal aumentou 6,5% em termos nominais, atingindo 71,4 mil milhões de euros, o que corresponde a 35,4% do PIB (34,4% no ano anterior). Excluindo os impostos recebidos pelas Instituições da União Europeia (UE), Portugal manteve em 2018 uma carga fiscal inferior à média da UE (35,2%, que compara com 39,4% para a UE28)”, conclui a entidade.

De referir que a carga fiscal em percentagem do PIB tem oscilado pouco nos últimos 23 anos, sendo apenas inferior a 30% em três anos: 1995, 1997 e 2009.  

AdChoices
AdChoices

Mais do idealista

image beaconimage beaconimage beacon