Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rússia à procura de soluções para dinamizar economia

O desenvolvimento digital faz parte da estratégia do governo russo para dar um impulso à economia . O assunto esteve no centro do debate no Fórum Económico de São Petersburgo , na Rússia. Até 2024, Moscovo quer investir num programa nacional de digitalização. Em declarações à Euronews, Svetlana Balanova, diretora geral da IBS, uma das principais empresas de serviços da Rússia, explica como a mudança pode afectar o mercado. “Na Rússia, depende muito de como o Estado olha para a economia, como é que os altos funcionários do estado olham e o que têm na agenda a cada momento. Por outro lado, é muito importante que a economia d igital não se transforme num setor onde apenas os agentes estatais são tidos em conta, porque no fim de tudo, as tecnologias de informação representam um mercado muito competitivo e a melhor tecnologia vem normalmente do mercado privado, não do Estado," afirma. PME mais femininas O mercado das pequenas e médias empresas teve também muita atenção no Fórum. O presidente russo quer que o governo potencie as PME para que passem de 20% para 40% do Produto Interno Bruto. Uma meta que é vista como pouco realista. Nadya Cherkasova, administradora do Banco Otkritie e uma das mais influentes empresárias na Rússia, pensa que a questão da igualdade de género deveria ser o primeiro desafio a ultrapassar quando se fala em pequenas e médias empresas. Para Cherkasova, é preciso "mudar a estratégia e ajudar as mulheres a desenvolver os negócios. Quando perguntamos às mulheres, elas respondem que o que falta para lançar negócios é conhecimento. Se perguntarmos aos homens, respondem que o que lhes falta é dinheiro" O Fórum acontece numa altura em que a Economia russa continuam en contração. O Banco Mundial voltou a baixar a previsão para o crescimento do PIB na Rússia em 2019. Uma revisão explicada pela descida da produção de petróleo, o risco de sanções e uma política monetária mais severa.
image beaconimage beaconimage beacon