Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Wall Street fecha em baixa por receios com economia

Logótipo de ECO.PT ECO.PT há 5 dias Diogo Ferreira Nunes
Stock Graph. Free public domain CC0 image. © Swipe News, SA Stock Graph. Free public domain CC0 image. Wall Street fechou em baixa pelo terceiro dia consecutivo. A revisão em baixa das perspetivas de crescimento para 2023 está a preocupar os investidores e a levar à venda de ações nos últimos dias.

As maiores perdas registaram-se nas empresas tecnológicas, com o Nasdaq a ceder 1,39%, para 11.064,04 pontos; o índice S&P 500 perdeu 0,87%, para 3.757,06 pontos; o índice industrial Dow Jones caiu 0,38% (30.068,39 pontos).

Além da subida da taxa de juro de referência, a Reserva Federal (Fed) atualizou, em baixa, as perspetivas económicas para 2023: em vez de 1,2%, o crescimento previsto é de 0,2%. A contribuir para a revisão em baixa está o aprofundamento do aumento da taxa de juro para 2023, que poderá atingir os 4,60%.

Também foram afastadas quaisquer descidas nas taxas de juro até 2024, o que para os investidores foi interpretado como um prolongamento das políticas restritivas por mais tempo do que inicialmente previsto.

Ainda a contribuir para o pessimismo dos investidores está o rácio preço-resultado, proporção entre o preço de cotação de uma determinada ação e o valor dos resultados por ação correspondentes. No índice S&P 500, este rácio está atualmente em 16,8 vezes, bem baixo do rácio de 22 vezes, que foi verificado no início deste ano.

Se continuarmos a ter uma inflação resistente e se o líder da Fed persistir em usar as suas armas, penso que vamos entrar em recessão e iremos assistir a uma descida significativa das perspetivas de resultados”, atenta Mike Mullaney, responsável de mercados globais da Boston Partners, citado pela Reuters.

]]>
AdChoices
AdChoices

Mais de Eco.pt

image beaconimage beaconimage beacon