Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Hubble "apanha" duas galáxias em colisão

Logótipo de SIC NotíciasSIC Notícias 12/03/2018 SIC Notícias

Duas galáxias foram fotografadas a rodopiar em espiral num movimento que um dia terminará com a fusão de ambas - daqui a milhões de anos. Esta imagem capta um momento da caótica confusão de gás e poeiras cósmicas onde se formam jovens estrelas.

Hubble "apanha" duas galáxias em colisão © ESA/Hubble, NASA Hubble "apanha" duas galáxias em colisão

Estas galáxias em colisão fazem parte de um sistema denominado Arp 256, a cerca de 350 milhões de anos-luz da Terra, na constelação Cetus, a Baleia.

"Estas galáxias estão inflamadas com deslumbrantes formações de estrelas. As zonas azuis são maternidades de estrelas, onde estão a nascer pequenas estrelas quentes", assim descreve a Agência Espacial Europeia (ESA) esta imagem divulgada a 8 de Março. O projeto do telescópio espacial Hubble é uma parceria entre a ESA e a NASA.

A fusão ainda está no início. As duas galáxias continuarão a sua "dança" por longos milhões de anos até formarem uma única entidade.

Hubble há quase 3 décadas a observar o sistema solar

Imagens icónicas captadas pelo telescópio Hubble nos primeiros 25 anos a navegar pelo sistema solar. Com mais de um milhão de observações feitas, que incluem algumas das mais longínquas e antigas galáxias, o telescópio da NASA será talvez o que captou as imagens mais marcantes do nosso sistema solar.

null

AdChoices
AdChoices

Mais do SIC Notícias

image beaconimage beaconimage beacon