Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Próximo verão traz ondas de calor com temperaturas acima de 43 graus em Portugal

Logótipo de TVI24 TVI24 21/05/2019 Redação TVI24
(Lusa) © TVI24 (Lusa)

Previsão é do site AccuWeather, que traça um cenário negro para a Península Ibérica no próximo verão: temperaturas altas, ondas de calor e risco elevado de incêndio.

A Europa deve preparar-se para um verão quente, com ondas de calor e períodos de seca. Esta é a previsão do AccuWeather, site especializado em meteorologia, que indica que a Península Ibérica vai enfrentar dias consecutivos de calor com as temperaturas a chegarem aos 43 graus celsius.

Ondas de calor de longa duração vão afetar áreas "de Portugal e Espanha à Polónia e Hungria", indica o AccuWeather. O calor deverá começar no mês de junho, na Península Ibérica, antes de se estender para Norte e Este durante os meses de verão. "O calor vai ser mais persistente do que o do verão passado, quando temperaturas recorde foram registadas em partes de Portugal, Bélgica, Holanda, Alemanha e Escandinávia, e que geralmente duravam apenas uma semana".  

No geral, as temperaturas deverão manter-se acima do normal em toda a Europa e, segundo o meteorologista do AccuWeather Tyler Roys, nos locais mais quentes de Espanha e Portugal as temperaturas vão chegar aos 43 graus ou acima durante vários dias consecutivos. As noites quentes deverão ser igualmente uma preocupação, já que as casas sem ar condicionado não deverão arrefecer antes de o calor regressar no dia seguinte. 

O AccuWeather chama ainda a atenção para a possibilidade de incêndios florestais em Portugal, Espanha e nos Alpes. "Um inverno húmido e a primavera na Europa central e ocidental vai resultar em mais vegetação do que em anos anteriores. No entanto, o tempo seco vai prevalecer no início do verão e compor-se-á o cenário para um risco alto de incêndio durante a segunda metade da estação", refere a plataforma.

A Península Ibérica, continua o AccuWeather, vai ter risco acrescido de incêndio devido ao calor de junho combinado com pouca ou nenhuma chuva. A ameaça vai estender-se a França e aos Alpes, bem como ao resto da Europa Central de julho a agosto. "A ameaça deverá manter-se no outono, porque a vegetação continua seca e o tempo quente persiste". Segundo o AccuWeather, "a seca vai ser uma preocupação crescente nestas áreas desde o fim do verão até ao outono, complicando a agricultura e as reservas de água pelo segundo ano consecutivo em muitas localizações", refere o meteorologista Tyler Roys, que alerta também para tempestades fortes na península balcânica.


Veja também: Mulher deu à luz seis gémeos na Polónia

A SEGUIR
A SEGUIR

Descarregue aqui a app Microsoft Notícias e esteja sempre a par do que se passa no país e no mundo a partir das fontes mais credíveis

AdChoices
AdChoices

Mais de TVI24

image beaconimage beaconimage beacon