Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

À procura do “gelo mais antigo” na Antártida

Logótipo de SIC Notícias SIC Notícias 09/04/2019 SIC Notícias

O projeto ambicioso pretende estudar a atmosfera e clima da Terra de há 1,5 milhões de anos.

SIC Notícias © Alexandre Meneghini SIC Notícias

Uma equipa de cientistas europeus vai viajar até à Antártida, em dezembro, para começar o processo de furar o manto de gelo do continente de forma a obter uma amostra com três quilómetros.

Esperam que a investigação explique porque é que a frequência com que acontecia a idade do gelo na Terra mudou. A descoberta poderá ainda desvendar a temperatura que o planeta vai atingir nos próximos séculos.

“Alguma coisa aconteceu há cerca de 900 mil anos. Os ciclos da idade do gelo passaram de 40 mil anos para cada 100 mil, e não sabemos porquê. É muito importante, porque se quisermos prever o clima, com o aumento dos gases de efeito de estufa, teremos que usar modelos, e esses modelos serão calibrados segundo o que aconteceu no passado” explicou a cientista Catherine Ritz à BBC.

O furo será feito a cerca de 40 quilómetros a sudoeste da base franco-italiana Dome Concordia e contará com a participação de 14 institutos de 10 países, naquele que ficará conhecido como projeto “Beyond-EPICA”.

Estima-se que o processo de extração do núcleo de gelo possa demorar cinco anos, sendo que os cientistas precisarão de pelo menos mais um para analisar a amostra. O custo total esperado do projeto são 30 milhões de euros, cobertos pelo orçamento para a ciência da União Europeia.

AdChoices
AdChoices

Mais de SIC Notícias

image beaconimage beaconimage beacon