Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Venezuela. Guaidó condena detenção do seu chefe de gabinete

O autoproclamado presidente interino da Venezuela considerou ridícula a detenção do seu chefe de gabinete. Roberto Marrero foi levado de casa por elementos dos serviços secretos do regime. Juan Guaidó avisou que haverá consequências para os autores da operação e exigiu que Marrero seja libertado.
image beaconimage beaconimage beacon