Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mazda anuncia motores a gasolina mais eficientes

Logótipo de Autohoje Autohoje 08/08/2017 buzina@motorpress.pt (Motorpress Lisboa)

Poucos dias depois de anunciar que desenvolverá carros elétricos em conjunto com a Toyota, a Mazda confirmou que quer manter os motores convencionais como principal foco da sua estratégia de futuro, revelando que apostará numa versão comercial de um motor a gasolina dotado de um sistema de ignição por compressão (Spark Controlled Compression Ignition). O responsável de pesquisa e desenvolvimento do emblema nipónico, sublinhou: “A eletrificação é necessária? mas o motor de combustão interna deverá vir em primeiro lugar”. O responsável da Mazda vai mais longe, considerando estes motores mais limpos do que os elétricos, que apesar de não emitirem CO2 são menos sustentáveis pois muita da eletricidade produzida para os abastecer necessita de combustíveis fósseis.

Mazda anuncia motores a gasolina mais eficientes © Fornecido por Motorpress Lisboa Mazda anuncia motores a gasolina mais eficientes

O sistema de ignição por compressão de carga homogénea, disponível até agora apenas nos Diesel, permite misturar gasolina e ar nos cilindros, tal como um motor com um sistema de ignição convencional. Contudo, alia a ignição convencional, através de vela, com a compressão. Isto significa que necessitará de utilizar apenas metade do combustível para o mesmo processo de combustão. Kiyoshi Fujiwara explicou que este método permite queimar de forma mais limpa e rápida, “permitindo maior eficiência térmica, melhor economia de combustível e emissões de NOx mais baixas”.

O novo motor, que recebeu a resignação Skyactiv-X, deverá ser apresentado no Salão de Frankfurt, no próximo mês. Este garantirá entre 20 e 30% de maior eficiência face aos atuais Skyactiv-G (atingindo níveis próximos dos Diesel Skyactiv-D atuais). A nova geração X substituirá os G a partir de 2019. Esse será precisamente o ano em que a Mazda apostará em modelos elétricos. O construtor prevê ainda que disponibilizará de série sistemas de condução autónoma nos seus automóveis a partir de 2025. Até 2030, a Mazda prevê reduzir os níveis de emissões de CO2 até 50%.

(fonte: Autohoje)

AdChoices
AdChoices

Mais da Autohoje

image beaconimage beaconimage beacon