Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Conhecidos os sete finalistas do Carro do Ano

Logótipo de Expresso Expresso | Diapositivo 1 de 7: Foram divulgados esta semana os sete modelos que passaram à fase final da edição 2020 do Carro do Ano. Um deles sucederá ao Peugeot 508Depois de o ano passado um carro eléctrico (Hyundai Kauai EV) ter chegado pela primeira vez à fase final do Essilor Carro do Ano/Troféu Volante de Cristal, é agora a vez de um carro híbrido, o Toyota Corolla, fazer o mesmo. Esta semana foram divulgados os sete finalistas da 37.ª edição do concurso. Ei-los por ordem alfabética: BMW 116 D, Kia X-Ceed, Mazda 3, Opel Corsa, Peugeot 208, Skoda Scala, e Toyota Corolla. Durante a próxima semana o júri irá reunir-se e desta lista restrita sairá o modelo que sucederá ao Peugeot 508, vencedor da edição do ano passado.   As escolhas do júri reflectem a forma como as escolhas dos consumidores e as estratégias dos fabricantes têm evoluído, sendo que um dos motores dessa mudança é o endurecimento das normas antipoluição na Europa. Se olharmos ao pormenor para os sete finalistas deste ano verificamos que, para além de um híbrido (Toyota Corolla), há dois carros (Opel Corsa e Peugeot 208) com a panóplia completa de motores (gasolina, gasóleo e electricidade). O Kia X-Ceed apresenta-se a gasolina ou gasóleo tal como o Mazda 3, sendo que este último vem dotado de uma solução inovadora de motorização (a gasolina) que tenta fazer a síntese entre a suavidade e a perfeição da combustão do gasóleo e a menor emissão de óxidos e partículas da gasolina. O Skoda Scala tem como motorização principal um motor de três cilindros a gasolina. Finalmente a BMW apresenta um Série 1 com um dos melhores motores diesel de sempre.  Para a semana deverão também ser decididos os vencedores das diferentes categorias: Citadino, Familiar, Desportivo, Grande SUV, SUV Compacto, Elétrico e Híbrido. Será também atribuído o Prémio Tecnologia e Inovação a dispositivos inovadores que consigam beneficiar diretamente a condução e o condutor.   Os resultados deverão ser anunciados numa festa a realizar em Lisboa nos últimos dias de Fevereiro e publicados na edição de 29 de Fevereiro do Expresso. O júri integra 19 jornalistas, em representação dos principais órgãos de comunicação social portugueses, sendo o concurso organizado pelo Grupo Impresa através da SIC Notícias e do Expresso.

Kia X-Ceed

Foram divulgados esta semana os sete modelos que passaram à fase final da edição 2020 do Carro do Ano. Um deles sucederá ao Peugeot 508

Depois de o ano passado um carro eléctrico (Hyundai Kauai EV) ter chegado pela primeira vez à fase final do Essilor Carro do Ano/Troféu Volante de Cristal, é agora a vez de um carro híbrido, o Toyota Corolla, fazer o mesmo. Esta semana foram divulgados os sete finalistas da 37.ª edição do concurso. Ei-los por ordem alfabética: BMW 116 D, Kia X-Ceed, Mazda 3, Opel Corsa, Peugeot 208, Skoda Scala, e Toyota Corolla. Durante a próxima semana o júri irá reunir-se e desta lista restrita sairá o modelo que sucederá ao Peugeot 508, vencedor da edição do ano passado.

As escolhas do júri reflectem a forma como as escolhas dos consumidores e as estratégias dos fabricantes têm evoluído, sendo que um dos motores dessa mudança é o endurecimento das normas antipoluição na Europa. Se olharmos ao pormenor para os sete finalistas deste ano verificamos que, para além de um híbrido (Toyota Corolla), há dois carros (Opel Corsa e Peugeot 208) com a panóplia completa de motores (gasolina, gasóleo e electricidade). O Kia X-Ceed apresenta-se a gasolina ou gasóleo tal como o Mazda 3, sendo que este último vem dotado de uma solução inovadora de motorização (a gasolina) que tenta fazer a síntese entre a suavidade e a perfeição da combustão do gasóleo e a menor emissão de óxidos e partículas da gasolina. O Skoda Scala tem como motorização principal um motor de três cilindros a gasolina. Finalmente a BMW apresenta um Série 1 com um dos melhores motores diesel de sempre.

Para a semana deverão também ser decididos os vencedores das diferentes categorias: Citadino, Familiar, Desportivo, Grande SUV, SUV Compacto, Elétrico e Híbrido. Será também atribuído o Prémio Tecnologia e Inovação a dispositivos inovadores que consigam beneficiar diretamente a condução e o condutor.

Os resultados deverão ser anunciados numa festa a realizar em Lisboa nos últimos dias de Fevereiro e publicados na edição de 29 de Fevereiro do Expresso. O júri integra 19 jornalistas, em representação dos principais órgãos de comunicação social portugueses, sendo o concurso organizado pelo Grupo Impresa através da SIC Notícias e do Expresso.

© WWW.WEIGL.BIZ

Mais do Expresso

image beaconimage beaconimage beacon