Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autos - Top Stories - O melhor do mundo automóvel está aqui

Governo aprova mudança nas portagens como reivindicava a PSA. Classe 1 passa a abranger veículos até 1,30 metros

Logótipo de ECO.PT ECO.PT 09/08/2018 Marta Santos Silva
© Fornecido por ECO - Economia Online © Swipe News, SA © Fornecido por ECO - Economia Online

O Governo aprovou esta quinta-feira em Conselho de Ministros o decreto-lei para ajustar as classes 1 e 2 de veículos relativamente às tarifas de portagem, numa decisão que deverá agradar aos fabricantes de automóveis, incluindo por exemplo a PSA, que já reivindicava esta alteração.

O novo decreto-lei determina que os carros incluídos ainda na tarifa de classe 1, a de menor custo por quilómetro percorrido, passem a poder ser mais pesados — até 2.300 quilos — e também um pouco mais altos — com uma altura ao primeiro eixo inferior a 1,30 metros. Este diploma coloca as normas portuguesas mais próximas das europeias.

O setor automóvel já reivindicava estas alterações. A PSA pretendia, por exemplo, que esta alteração acontecesse para poder fabricar em Mangualde, ainda integrado na classe 1 das portagens, uma nova viatura mais alta.

O investimento em Portugal, dissera mesmo a empresa, poderia estar em risco se as normas atuais se mantivessem. No entanto, a fábrica já confirmara que o K9 seria lá produzido.

O diploma aprovado pelo Governo requer ainda que os veículos integrados na classe 1 cumpram a “norma ambiental EURO 6 relativa às emissões automóveis”, reforçando ainda os objetivos de sustentabilidade ambienta, adequando “o quadro normativo nacional à legislação europeia”.

AdChoices
AdChoices

Mais de Eco.pt

image beaconimage beaconimage beacon