Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Novo Peugeot 408 é um SUV-Coupé de imagem desportiva

Logótipo de Turbo.pt Turbo.pt 22/06/2022 Carlos Moura

O novo Peugeot 408 é um SUV-Coupé que combina uma imagem desportiva e uma estética distinta, aliado a um elevado conforto e nível de equipamento. A comercialização está prevista para o início de 2023.

O novo Peugeot 408 assinala a entrada da marca no segmento dos SUV-Coupé com o objetivo de enfrentar concorrentes diretos como Renault Arkana e o Citroën C5 X, mas, também, opositores mais convencionais como o Skoda Octavia e o Ford Focus, numa demonstração clara de que os veículos de marcas não premium não têm de ser aborrecidos.

Como sugere a designação, o 408 está posicionado entre o hatchback 308 e a berlina 508, tendo sido desenvolvido com base na plataforma multi-energias EMP” (Efficient Modular Platform), a qual apresenta uma longa distância de 2797 mm, assegurando um generoso espaço para o banco traseiro.

© Fornecido por Turbo.pt

Em termos de dimensões exteriores, o Peugeot 408 tem um comprimento de 4,69 metros, uma largura de 1,86 metros e uma altura de 1,48 metros.

As vias são largas, com 1,56 metros à frente e 1,60 metros atrás, garantindo um contacto sólido com a estrada, dispondo, para o efeito, de rodas de grande diâmetro (720 mm) e jantes de até 20 polegadas.

Imagem de família

Relativamente à estética, o novo SUV-Coupé da Peugeot destaca-se pelas linhas incisivas e pela grelha na mesma cor da carroçaria, combinando-se com com a secção frontal, que também já recebeu o novo emblema da Peugeot com a cabeça de um leão. 

A assinatura da luz dianteira em forma de presas integra perfeitamente o 408 na família Peugeot, tal como as luzes LED de três garras na traseira.

O perfil caracteriza-se por uma divisão entre o preto e as secções pintadas, uma solução concebida para refinar a sua silhueta e acrescentar dinamismo. Também realça a generosidade do compartimento de passageiros, particularmente no design das janelas laterais, sublinhando o dinamismo fastback depois do ponto mais alto de acessibilidade da porta traseira.

LEIA TAMBÉM

O Inesperado. Peugeot anuncia futuro fastback com elementos SUV de nome 408

A equipa de design da Peugeot prestou uma atenção especial à zona traseira do tejadilho, bastante sensível a nível aerodinâmico. O fluxo de ar é otimizado e guiado por duas "orelhas de gato" que criam um corredor aerodinâmico ideal em direção ao spoiler da porta da bagageira. Estas duas características, que são tão angulares como eficientes, são elementos distintivos do estilo do 408.

O pára-choques traseiro, por sua vez, apresenta um recorte invertido, dando ao perfil uma dinâmica inédita. 

Prioridade ao conforto

Projetado como um fastback topo de gama do segmento C, o novo 408 recebe uma vasta gama de equipamento para aumentar o prazer de viajar e da mobilidade.  

Os bancos dianteiros são particularmente confortáveis e receberam a etiqueta AGR (Aktion für Gesunder Rücken), uma associação alemã independente de especialistas em ergonomia e saúde das costas. Esta classificação distingue quer a ergonomia, quer a gama de ajustes dos bancos dianteiros. 

O design dos bancos foi pensado para sublinhar a qualidade dos materiais utilizados: tecido tingido, malha técnica, Alcantara, couro estampado e couro de napa colorido. Nas versões GT, os bancos são adornados com uma assinatura de fio de cor Adamite, que também destaca o painel de instrumentos, os painéis das portas e as almofadas de espuma na consola.

© Fornecido por Turbo.pt

A habitabilidade traseira é bastante generosa, graças à longa distância entre eixos de 2,787 m, o que torna o 408 no Peugeot mais espaçoso para os passageiros traseiros, que beneficiam de 188 mm de espaço para os joelhos. 

Na zona dos pés há espaço para os passageiros traseiros esticarem as pernas sob a primeira fila de bancos, tendo sido concebido para maximizar a liberdade de movimentos a bordo, com um design e ângulo dos bancos pensados para proporcionar aos passageiros a oportunidade de aproveitar ao máximo o seu espaço para um conforto ótimo ao viajar.

A bagageira, por sua vez, oferece uma capacidade de 536 litros com os bancos em posição normal, aumentando para os 1611 litros ((incluindo 36 litros de espaço de armazenamento debaixo do tapete da bagageira para a versão com motor de combustão interna), com o rebatimento das costas. 

“OK PEUGEOT”

O Peugeot 408 recebe um novo sistema de infoentretenimento com ecrã central de 10 polegadas de alta-definição e facilmente personalizável, com múltiplas janelas e widgets ou atalhos que são muito fáceis de usar e reativos como num tablet.

O Peugeot i-Connect Advanced proporciona a derradeira experiência de um sistema de infoentretenimento. estando dotado com um poderoso e eficiente sistema de navegação conectada TomTom. O mapa é apresentado em todo o ecrã de 10 polegadas para facilitar a sua leitura. O sistema é atualizado over the air, ou seja, diretamente através da transmissão dos dados via rede de telecomunicações.

A primeira imagem do futuro Peugeot 408, um modelo de silhueta fastback com elementos SUV © Fornecido por Turbo.pt A primeira imagem do futuro Peugeot 408, um modelo de silhueta fastback com elementos SUV

O comando de reconhecimento de voz em linguagem natural "OK PEUGEOT" melhora a segurança e é fácil de utilizar. Permite o acesso a todos os pedidos relacionados com funções do infoentretenimento.

O novo 408 está igualmente equipado com o Peugeot i-Cockpit que inclui o já tradicional volante compacto que aloja os comandos para o sistema multimédia (rádio, telefone) e para alguns auxiliares de condução.

Motores PHEV e não só

No capítulo mecânico, o Peugeot 408 não contará com qualquer motorização diesel. A aposta da marca francesa vai, numa primeira fase, para linhas motrizes híbridas plug-in (PHEV), sendo propostas duas alternativas: PLUG-IN HYBRID 225 e-EAT8: tração dianteira / combinação de um motor PureTech de 180 cv (132 kW) e um motor elétrico de 81 kW acoplado à caixa automática de 8 velocidades e-EAT8; PLUG-IN HYBRID 180 e-EAT8: tração dianteira / combinação de um motor PureTech de 150 cv (110 kW) e um motor elétrico de 81 kW acoplado à caixa automática e-EAT8 de 8 velocidades.

A bateria de iões de lítio em ambas as versões híbridas plug-in tem uma capacidade de 12,4 kWh e uma potência de 102 kW. Estão disponíveis dois tipos de carregadores de bordo: um carregador monofásico de 3,7 kW proposto de série e um carregador monofásico de 7,4 kW disponível como opcional. O tempo de carregamento varia entre 7h05m e 1h55m.

A oferta inclui ainda um motor a gasolina de três cilindros 1,2 litros PureTech com 130 cv que cumpre as mais recentes normas de emissões Euro 6.4, estando acoplado à caixa automática EAT8 de 8 velocidades e a um sistema Start & Stop. 

A comercialização do Peugeot 408 deverá arrancar no início de 2023. Para uma segunda fase está prevista o lançamento de uma versão elétrica.

AdChoices
AdChoices

Mais de Turbo

image beaconimage beaconimage beacon