Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Quer um Tesla cinza prata? Não há. Só se pagar mais

Logótipo de ECO.PT ECO.PT 11/09/2018 Flávio Nunes
© Fornecido por ECO - Economia Online © Swipe News, SA © Fornecido por ECO - Economia Online

A Tesla até pode ser maior que a Ford em valor de mercado. A diferença é que entregou pouco mais de 100 mil automóveis em 2017, enquanto a concorrente vendeu 6,6 milhões de veículos no mesmo período. Ou seja, apesar das várias conquistas na mobilidade elétrica, há um objetivo que a empresa liderada por Elon Musk ainda não atingiu: produzir um automóvel elétrico… mas em larga escala.

O polémico empresário norte-americano está consciente disso. E tem um plano para acelerar mais um pouco a produção das fábricas da Tesla: vai deixar de produzir automóveis com duas das sete cores do catálogo, para “simplificar o fabrico” dos carros elétricos.

Como já é habitual, foi no Twitter que Elon Musk anunciou a medida para acelerar a produção dos automóveis: “Vou retirar duas das sete cores do menu da Tesla esta quarta-feira para simplificar a produção. Obsidian Black [“preto obsidian metalizado”] e MetallicSilver [“cinza prata”] vão continuar disponíveis para pedidos especiais, mas a um preço mais elevado”, afirmou o gestor.

via @elonmusk

Na prática, os clientes da Tesla vão ter de abrir os cordões à bolsa se quiserem um automóvel totalmente preto metalizado, ou prateado metalizado. Nas restantes opções permanece o “preto sólido”, o “prateado midnight metalizado”, o “azul-oscuro metalizado”, o “branco pérola multicamadas” e o clássico “vermelho multicamadas”. Ainda não se sabe quanto vai custar a mais as duas cores retiradas do catálogo.

Em contrapartida, são conhecidos os problemas que a empresa tem enfrentado para dar resposta a todas as encomendas, embora os dados mais recentes mostrem que a capacidade de produção da Tesla está a aumentar. Entre abril e junho, produziu 53.339 automóveis, mais 55% do que no trimestre anterior.

Ver perfil

Mais sobre a empresa

A medida anunciada pelo presidente executivo da Tesla poderá indiciar que a empresa ainda enfrenta dificuldades na produção do novo modelo em grande escala: o Model 3. Segundo a Fortune, a Tesla prevê fabricar entre 50.000 e 55.000 automóveis desta gama neste terceiro trimestre. No segundo trimestre, produziu 28.578 unidades.

AdChoices
AdChoices

Mais de Eco.pt

image beaconimage beaconimage beacon