Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Suzuki Ignis. Renovado o SUV híbrido mais acessível do mercado

Logótipo de Turbo.pt Turbo.pt 29/06/2020 Carlos Moura
© Fornecido por Turbo.pt

Disponível a partir de 15.513 euros em Portugal, o novo Suzuki Ignis é o SUV híbrido e 4x4 mais acessível do mercado. Com design exterior e interior revisto, um motor mais eficiente, tecnologia híbrida aperfeiçoada viu reforçado o seu caráter de SUV urbano.

Único no seu segmento pelo seu conceito e design, assim como por oferecer tecnologia híbrida em todas as suas versões e tração integral AllGrip nas versões 4x4, o pequeno Suzuki Ignis acaba de ser renovado.

Com apenas 3,7 metros de comprimento, o novo Ignis apresenta um design exterior, atualizado com novos elementos que sublinham o seu caráter de SUV e a sua imagem de robustez. O pára-choques dianteiro é mais proeminente e integra harmoniosamente os faróis de nevoeiro.

Com 3,7 metros de comprimento, o Ignis é um dos SUV mais compactos do mercado © Fornecido por Turbo.pt Com 3,7 metros de comprimento, o Ignis é um dos SUV mais compactos do mercado

A grelha frontal dispõe de quatro entradas de ar, perfeitamente diferenciadas, para assegurarem uma melhor refrigeração. O pára-choques traseiro também possui um novo desenho e incorpora os refletores e um protetor com a mesma linha de design da dianteira. Todas as versões recebem tecnologia LED nos grupos luminosos.

Novo design interior

Igualmente renovado foi o habitáculo, que mantém o seu caráter jovem e moderno, e conta com um painel de instrumentos com novo design nos indicadores e um contraste em preto e branco.

O tablier recebe um ecrã tátil de sete polegadas multifunções com tecnologia Bluetooth e compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto.

A parte superior da consola central é dominada por um ecrã tátil de 7 polegadas © Fornecido por Turbo.pt A parte superior da consola central é dominada por um ecrã tátil de 7 polegadas

O seu caráter de SUV é sublinhado pela elevada posição de condução, que otimiza a visibilidade do trânsito. Referência para a sua versatilidade, graças a uma fila traseira com bancos deslizantes e aos vários espaços distribuídos pelo interior. A bagageira oferece uma capacidade de 260 litros.

Tecnologia híbrida

Todas as versões estão disponíveis com o sistema híbrido ligeiro SVHS (Smart Hybrid Vehicle by Suzuki) em associação com o motor a gasolina de 1,2 litros, otimizado para melhorar a sua eficiência de combustível. Neste capítulo, a marca anuncia um consumo médio de 5,4 l/100 km em ciclo WLTP e emissões de 123 g/km.

A tecnologia híbrida do sistema SVHS, alimentado por uma bateria de iões de lítio com uma capacidade de 10 Ah, converte a energia cinética gerada durante a desaceleração em energia elétrica que é enviada para a bateria.

A energia é depois utilizada pelo motor / gerador elétrico para auxiliar o motor de combustão em maiores necessidades de aceleração.

LEIA TAMBÉM

Procura um SUV compacto? Estes são os dez melhores à venda em Portugal

O Ignis recebe ainda uma caixa de velocidades automática de variação contínua, disponível no nível de equipamento GLX e com preço de venda ao público a partir de 18.018 euros.

Versões 4x2 e 4x4

A gama oferece ainda versões com tração dianteira ou integral, sendo esta última denominada AllGrip e proposta em Portugal nas versões GLE e GLX por 16.851 euros e 18.320 euros, repetivamente. As versões GLE 4x2 com caixa manual de cinco velocidades estão disponíveis a partir de 15.513 euros.

O sistema de tração AllGrip Auto foi concebido para oferecer a máxima eficácia com o menor peso, recorrendo a um sistema 4x4 de acoplamento viscoso para distribuir automaticamente o binário para as rodas traseiras quando são detetadas perdas de tração no eixo dianteiro.

Suzuki Ignis está disponível com sistema AllGrip Auto © Fornecido por Turbo.pt Suzuki Ignis está disponível com sistema AllGrip Auto

Para melhorar a segurança, o Ignis dispõe do sistema de controlo de descida de pendentes e sistemas de assistência à condução como a travagem de emergência autónoma nas versões GLX, recorrendo, para o efeito, ao sistema Dual Camera Brake Support (DCBS), que também inclui a deteção de peões.

AdChoices
AdChoices

Mais de Turbo

image beaconimage beaconimage beacon