Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

CAN 2019: Senegal e Nigéria nas meias-finais

Logótipo de RFIRFI 10/07/2019 Marco Martins
© RFI/Pierre René-Worms

Já são conhecidos os dois primeiros países apurados para as meias-finais do Campeonato Africano das Nações de futebol: Senegal e Nigéria. Nesta quinta-feira decorrem os dois últimos encontros: Tunísia-Madagáscar e Costa do Marfim-Argélia.

Duas Nações já carimbaram o passaporte para as meias-finais do CAN 2019 que decorre em território egípcio: Nigéria e Senegal.

Os senegaleses mostraram que são favoritos e continuam a caminhada na prova. Frente ao Benim, equipa surpresa que eliminou Marrocos, a selecção senegalesa tinha a pressão de ser o favorito neste encontro.

O Senegal acabou por alcançar o apuramento com um tento aos 69 minutos do médio Idrissa Gueye no Estádio 30 de Junho no Cairo. Um triunfo pela margem mínima que permite aos senegaleses chegarem às meias-finais, onde vão defrontar o vencedor do jogo entre Madagáscar e a Tunísia.

Nigéria apurou-se para as meias

A Nigéria acabou por carimbar o segundo passaporte para as meias-finais ao derrotar a África do Sul por 2-1 no Estádio Internacional do Cairo.

O único tento foi apontado ainda na primeira parte pelo avançado Samuel Chukwueze aos 27 minutos de jogo. Os ‘Super Eagles’ dominaram o encontro e os sul-africanos acabaram por ser perigosos em alguns contra-ataques.

Apesar das poucas oportunidades, a África do Sul conseguiu empatar aos 71 minutos de jogo pelo médio Bongani Zungu que representa o clube francês do Amiens.

No entanto em cima do minuto 90 a Nigéria conseguiu marcar e vencer definitivamente este encontro que dominou com um tento apontado pelo defesa William Paul Ekong.

O resultado fixou-se em 2-1 para os nigerianos, um triunfo pela margem mínima que permite à Nigéria chegar às meias-finais, onde vão jogar frente ao vencedor do jogo entre a Costa do Marfim e a Argélia.

As duas meias-finais decorrem a 14 de Julho no Cairo, capital egípcia.

AdChoices
AdChoices

Mais de RFI

image beaconimage beaconimage beacon