Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndio da Gran Canária segue sem controlo

Continua fora de controlo o incêndio que lavra há três dias na Gran Canária, a maior ilha do arquipélago das Canárias. Já arderam mais de quatro mil hectares e oito mil pessoas tiveram que abandonar as casas. O fogo está a afetar as populações de 40 municípios. O incêndio, que deflagrou no sábado, na região de Valleseco, foi o terceiro na mesma semana. As chamas entraram no Parque Natural de Tamadaba, uma reserva de biosfera composta essencialmente de pinheiros. No domingo à tarde, o fogo distribuiu-se em duas frentes. Os bombeiros descrevem-no como "um braseiro com enorme potencial para alastrar". Os bombeiros estão a ser ajudados pelo exército. Há 600 pessoas a combater as chamas, apoiadas por nove helicópteros e dois aviões. A Gran Canária tem estado sob temperaturas próximas dos 40 graus, com apenas 30% de humidade e fortes ventos, condições ferteis para as chamas.
image beaconimage beaconimage beacon