Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sondagem à boca das urnas dá vitória aos Trabalhistas na Holanda

Resultados oficiais só no domingo, mas para já as sondagens à boca das urnas na Holanda dão motivos para sorrir a Frans Timmermans. Segundo as primeiras estimativas do Ipsos, o Partido Trabalhista foi o mais votado nas eleições europeias com 18% dos votos, o dobro do que tinha alcançado em 2014. Surpreende a derrota do Partido Popular para a Liberdade e a Democracia do primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, até porque nas sondagens os trabalhistas nunca tinham passado do terceiro lugar nas intenções de voto. A liderança tinha vindo a ser dividida entre o partido de Rutte e o Fórum pela Democracia. O partido populista recém-criado por Thierry Baudet alcançou 11% dos votos e ditou a queda livre do Partido da Liberdade, de Geert Wilders, que em 2014 tinha alcançado 13% dos votos e desta vez não foi além dos 4%.
image beaconimage beaconimage beacon