Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Yola Araújo defende Bass e ele retribui carinho

Logótipo de Pára Tudo! Pára Tudo! há 3 dias Pára Tudo África
© Instagram Yola Araújo © Fornecido por Pára Tudo! © Instagram Yola Araújo

Apesar de Yola Araújo ter mantido o silêncio após Bass confirmar publicamente o fim da relação deles, no final de Maio, a cantora decidiu agora falar sobre o ex, num vídeo publicado nas redes sociais. Um momento de grande integridade, que tocou fundo no coração dos fãs. E também no coração do Bass, que já retribuiu o carinho da ex-namorada.

Contactámos a cantoraangolana, que nos explicou ter decidido falar agora para defender Bass dasinjustiças e das críticas de que ele tem sido alvo desde que terminaram a relação.Realçou depois que não ia adiantar mais nada. Contudo, o que disse no vídeo (e oque deixou por dizer) ajuda a esclarecer muita coisa.

© Yola Araújo © Fornecido por Pára Tudo! © Yola Araújo

A primeira percepção,acima de todas as outras, é que a Yola mantém um enorme respeito pelo Bass. Umsentimento recíproco, porque o cantor já se manifestou às declarações dela,deixando-lhe uma mensagem de agradecimento na caixa de comentários da publicaçãoda ex-namorada.

“Quero que saibasque tenho muito orgulho da pessoa que és e te vais tornando a cada dia quepassa, o tal respeito e consideração de que falava têm bases e estas estão aquipatentes, não são meras falácias”, escreve o Bass. “Te agradeço de coração poresta atitude, penso que somos pessoas melhores do que a opinião dodesconhecido, penso que temos mais valor do que as nossas imperfeições, ‘umquadro pintado compreende uma história, um processo, uma verdade, entretantonem todos os apreciadores têm qualidade para o qualificar’, temos aqui umaoportunidade e inspiração para que certas pessoas mudem de mentalidade etornem-se pessoas melhores.”

Os fãs dispararam centenas e centenas de comentários de apoio, comovidos com as palavras que ouviram e a rara demonstração de lealdade. Mais do que a gratidão, mais do que a emoção, as pessoas sentiram que ainda há amor, transmitindo isso mesmo ao casal – foram muitas vozes a pedir a reconciliação do casal.

Concluímos este artigo da melhormaneira: reproduzindo as palavras da Yola. Foram quase 20 minutos de vídeo, compalavras onde a racionalidade e a emoção souberam estar juntas. Vale mesmo apena ler este resumo.

“UMA PESSOA QUE AMO”

© Instagram Yola Araújo © Fornecido por Pára Tudo! © Instagram Yola Araújo

“Durante esses anosque estou no mundo da música nunca precisei, nunca quis, esclarecer nada sobrea minha vida porque pouco me interessa fazer isso. Sobre mim, sobre as coisasque falam a meu respeito, resolvo de outra maneira. Não sei lidar muito bem cominjustiças de uma forma geral, principalmente com injustiças com pessoas que euamo. Hoje vou falar especificamente do Bass, porque algumas coisas que vouvendo e ouvindo acho injusto, porque não condizem com a realidade. E ficarcalada diante de uma injustiça com uma pessoa por quem tenho profundaadmiração, uma pessoa que amo, uma pessoa com quem tive uma relação real, deamor, de muita cumplicidade, verdadeira… Não sinto que ficaria bem ficar caladadiante disso. Estou a falar das pessoas que, por conta do comunicado que saiu,resolveram conotar o Bass como uma pessoa oportunista e interesseira. Entãovamos lá.”

“FUI EU QUE TOMEI A INICIATIVA DO RELACIONAMENTO”

© Instagram Yola Araújo © Fornecido por Pára Tudo! © Instagram Yola Araújo

“Quando comecei anamorar com o Bass ele já era conhecido. As pessoas têm memória curta, o Bassjá era conhecido por todos nós. Inclusive foi por essa razão que o contacteipela primeira vez: para trabalhar. E a posteriori também fui eu que tomei uma iniciativapara uma relação, embora o interesse fosse de ambas as partes, mas fui eu quetomei a iniciativa do relacionamento. Não houve nenhum plano da parte dele dese aproximar de mim. E ouvindo certas coisas sinto que, simplesmente porque aspessoas não têm uma justificativa da nossa parte, resolveram inventar eespecular algo que suja a imagem de alguém que trabalha com a imagem, quetrabalha para manter o seu bom nome. É difícil de engolir, de ver e ficarquieta. Não sou essa pessoa. Prefiro não falar de mim, mas se vir falar dealguém que tem essa importância para mim, não vou simplesmente ficar a olhar.Poucas pessoas conhecem o Bass como eu conheço. Devem existir duas ou trêspessoas que conhecem o Bass como eu conheço. Então eu não aceito injustiças.”

“NÃO TINHA OBRIGAÇÃO DE FAZER PAPEL DE PAI”

© Instagram Yola Araújo © Fornecido por Pára Tudo! © Instagram Yola Araújo

“Comecei a namorarcom o Bass o meu filho tinha três meses. Hoje o meu filho tem quatro anos etrês meses. Durante esse tempo, convenhamos que ele como namorado não tinhaobrigação nenhuma com os meus filhos, não é o pai deles. Não tinha obrigação defazer papel de pai, não era casado comigo. Mas fez. Ele amou, ama os doisfilhos, ele cuidou. A minha mãe sempre me disse desde que eu era pequena ‘quemmeus filhos beija, minha boca adoça’. Tenho isso na minha cabeça. Então vocêque é mãe, que valoriza a sua mãe, que valoriza o seu pai, sabe o que é que euestou a falar. O valor que tem alguém que ama e cuida dos nossos filhos.”

“O BASS FICOU HORAS, DIAS, ESTUDANDO O QUE É O AUTISMO”

© Bass © Bass © Bass

O meu mais novo éautista. Quando era mais pequenino, com um ano, um ano e pouco, foi o Bass quecomeçou a perceber os primeiros sinais e alertou-me sobre ir à procura deprofissionais para entender melhor o que se passava. E essas pessoas que entendemque é oportunista, ele andou de clínica em clínica. O Bass ficou horas, dias,estudando o que é o autismo, ficou horas procurando os melhores especialistas,as melhores clínicas. O país que seria mais adequado para levarmos o Jason. Elese dedicou como um pai se dedica a um filho, ele correu com o meu filho todasas vezes que ficou doente. Não só com o Jason, mas com a Ayani. Todas as vezesque a Ayani precisou de ajuda para fazer trabalhos de casa, ele é que estavalá. Ele é que ia às reuniões da escola quando eu não podia, ele é que falavacom a professora quando a Ayani tinha alguma situação na escola. Ele é quecorria com os meus filhos quando estivessem doentes, ele é que levou o Jasonpara circuncisar e ficou a agarrar na mão do meu filho o tempo todo, momentoesse em que não consegui estar presente porque sou muito sensível com essascoisas.”

“SOU UMA MULHER INTERESSANTE O SUFICIENTE PARA ATRAIR UM HOMEM”

© Bass © Fornecido por Pára Tudo! © Bass

“Como é que vouproteger o Bass de tanta maldade, como é que vou olhar para tanta injustiça eficar quieta? Tem defeitos, tem, como todos nós, mas não fazem parte dessesdefeitos ser um mau carácter, ser oportunista, interesseiro. Até porque não sourica e sou uma mulher interessante o suficiente para atrair um homem. Nãopreciso que nenhum homem venha ter comigo por outra razão. O que é que ele tema mais quando está comigo? A casa é a mesma, o carro é o mesmo, o que é que eleganhou ou projectou de má fé? Me amou o tempo todo, uma relação de verdades,quantas vezes ele pagou a consulta, quantas vezes. Uma pessoa interesseira maistira do que dá. E o Bass a mim só deu. O Bass é um homem que honra as suasresponsabilidades, paga as suas contas e ainda pagou algumas minhas. Porque umcasal é isso. Se dei alguma coisa ao Bass, se ajudei o Bass em alguma coisa,foi por iniciativa minha, assim como ele também me ajudou, até muito mais doque eu a ele. Hoje sou mais calma, mais cautelosa. Vocês têm noção do que éolhar para um filho, ver um filho a ter várias crises e não saber como lidarcom essas crises porque é tudo novo? O Bass conseguia-o acalmar, entendia-omelhor do que ninguém. Isso é o suficiente para eu como mãe nunca cometer umainjustiça contra ele. A minha filha hoje chama-lhe papá, isso só é possívelquando se faz as coisas com o coração. Ninguém pediu a ele para fazer isso. Eladisse ‘mamã, ele é como um segundo pai para mim’. Quando ouvi isso o meucoração sorriu. Porque tive a certeza que estava com a pessoa certa. Na verdade,na vida dos meus filhos não me arrependo de nada, porque o Bass sempre foimaravilhoso com eles. Então essa é a pessoa interesseira, oportunista? Ganhoumais fama, ficou mais rico… Ganhou fama porque trabalha, ele é talentoso.”

“HÁ MUITA GENTE QUE GOSTARIA QUE O BASS FICASSE MAL”

© Bass © Fornecido por Pára Tudo! © Bass

“A nossa separaçãonada teve haver com traição, com falta de amor. As razões só dizem respeito anós. Por as pessoas não as conhecerem, não têm de especular. Por amor de Deus,mais empatia ao próximo, mais amor ao próximo. Nós temos família, nós temosfilhos. Eu amo os filhos dele, assim como ele ama os meus. As pessoas têm deter respeito por duas pessoas que começaram por amor e agora têm respeito,carinho e amor uma pela outra. Há coisas que só temos de entregar nas mãos deDeus. Mais nada. Há muita gente que gostaria que o Bass ficasse mal, mas a mimnão me interessa que ele fique mal, porque não é verdade isso que estão a dizer.Por mais que houvesse quem me quisesse ver calada, porque querem ver o mal deleou ver-nos a brigar, isso não vão ter. Então para quem está a ver este vídeo,algum momento julgou ele mal, pense que pode ter magoado alguém, que sabe o seupróprio valor, que luta como todo o mundo luta, para ter um trabalho digno,para ter respeito.”

“TRABALHOU MUITO NO PROJECTO YOBASS”

© Bass © Bass © Bass

“O projecto YoBassfoi iniciativa minha. O Bass concordou e depois passámos para o Republicano.Não lhe foi tirado nenhum contrato, porque ele não é agenciado pela LSRepublicano. O Bass é um homem educado, que sabe estar. Trabalhou muito noprojecto Yobass, mais do que qualquer um de nós. Trabalhou, deu sangue dele,passou horas e horas compondo, produzindo, corrigindo algumas coisas de outrosprodutores, supervisionando mistura e masterização, e merece o mérito.”

“FUI AMADA E TRATADA COMO UMA RAINHA”

© Instagram Chuck Mbevo © Fornecido por Pára Tudo! © Instagram Chuck Mbevo

“Tudo o que resolvi falarhoje ainda é pouco diante de tudo o que o Bass fez por mim. Só peço que tenhamrespeito. Não é só por nós, é por qualquer pessoa que viva uma situaçãodifícil, é preciso ter empatia. Qualquer mulher que se separe, vocês estãohabituados a ver as pessoas a guerrear uma com a outra, mas isso não iaacontecer connosco por uma situação muito simples: tivemos uma relação de amoronde fui amada e tratada como uma rainha. Então não vou permitir isso. Se pediragora ajuda ao Bass para qualquer coisa, ele vai estar aqui, sei que possocontar com ele sempre.”

“DIFERENÇA DE IDADE NUNCA FOI UM PROBLEMA”

© Instagram Chuck Mbevo © Fornecido por Pára Tudo! © Instagram Chuck Mbevo

“Eu e o Bass temosdiferença de oito anos, eu tenho 42 e o Bass 34. E isso nunca foi um problema.Então não tem de ser por isso ou outras coisas que vocês vão imaginar situaçõesque não existem. Vocês quando criam situações fazem mal às pessoas que batalhampara ter uma vida decente. Peço a todos os fãs, às pessoas que gostam de nós,para não tirarem partido de nada. Isso aqui não é uma guerra. Vamos viver empaz, deixar o que tiver de ser nas mãos de Deus. Não fazer julgamento sobre oque não conhecemos. E quem julga é Deus. Um beijo no coração detodos.”

AdChoices
AdChoices

Mais de PáraTudo

image beaconimage beaconimage beacon