Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Angolano detido a tentar passar fronteira com 34.000 euros em notas coladas ao corpo

Logótipo de LusaLusa 16/04/2018 Paulo Julião
PAULO JULIÃO/LUSA © LUSA / PAULO JULIÃO PAULO JULIÃO/LUSA

Luanda, 16 abr (Lusa) - A polícia angolana deteve, no posto fronteiriço do Luvo, norte do país, um cidadão nacional com milhares de notas, dólares e kwanzas, coladas ao corpo, equivalente a 34.000 euros, dinheiro que transportava, ilegalmente, para a República Democrática do Congo.

De acordo com informação da polícia angolana, consultada hoje pela Lusa, a operação aconteceu na sexta-feira e foi realizada por agentes da Polícia Fiscal no Posto Fronteiriço do Luvo, em Mbanza Kongo, província do Zaire.

"Os valores estavam sendo transportados pelo cidadão em causa, ‘fitacolados' à volta do corpo, tendo sido detetados durante a revista feita aos cidadãos que saíam do país", explicou a polícia angolana.

A polícia acabou por encontrar 17.935 dólares norte-americanos (14.500 euros) e 5.300.000 de kwanzas (19.660 euros) colados ao corpo e membros do angolano.

A legislação atualmente em vigor em Angola só permite a cidadãos nacionais saírem do país com um máximo equivalente a 10.000 dólares em moeda estrangeira e 50.000 kwanzas (185 euros) em moeda angolana.

O cidadão em causa foi encaminhado aos órgãos competentes, "para os devidos trâmites legais", acrescentou a Polícia Nacional.

PVJ // VM

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon