Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Guiné-Bissau: PGR quer esclarecimentos sobre a sua inclusão nos 19 sancionados

Logótipo de RFIRFI 13/03/2018 Guiné-Bissau: PGR quer esclarecimentos sobre a sua inclusão nos 19 sancionados
© Fournis par France Médias Monde

O PGR guineense Bacari Biai escreveu ao presidente em exercício da CEDEAO, Faure Gnassingbé a perguntar se é bem ele que consta da lista de 19 personalidades guineenses ...

Nesta cartao Procurador-Geral da República da Guiné-Bissau Bacari Biai pretende esclarecimentos sobre a decisão da CEDEAO, porque tem dúvidas porquanto a lista das 19 personalidades guineenses sancionadas não faz qualquer referência às filiações, nem às funções das pessoas visadas.

Bacari Biai diz que se for o próprio, então a CEDEAO cometeu um erro grave porque ele, Bacari Biai não é político logo não pode ser considerado responsável pelo incumprimento do Acordo de Conacri.

O Procurador guineense não entende as sanções decretadas contra uma pessoa que nem sequer foi ouvida para apresentar a sua defesa.

Bacari Biai quer que Fuare Gnassingbé, que é também o Presidente do Togo, explique qual o motivo para ser sancionado se ele é um simples magistrado, que não se envolve nas lutas políticas.

O Procurador-Geral guineense apenas vê uma justificação pelas sanções de que é alvo por parte da CEDEAO, talvez, diz, a alguém não estará a gostar do combate que tem dado à corrupção na Guiné-Bissau.

De recordar que a 7 de Fevereiro a CEDEAO divulgou uma lista de 19 personalidades acusadas de estarem a inviabilizar o cumprimento do Acordo de Conacri, que inclui políticos, magistrados ou ainda o filho do Presidente José Mário Vaz, que ficaram impedidos de viajar para o espaço da CEDEAO e têm as suas contas bancárias congeladas nos bancos dos países da comunidade sub-regional.

AdChoices
AdChoices

Mais de RFI

image beaconimage beaconimage beacon