Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Violência pós-eleitoral no Quénia agrava-se e aumenta número de mortos

Logótipo de LusaLusa há 6 dias Paula Almeida

Nairobi, 12 ago (Lusa) – A violência pós-eleitoral no Quénia agravou-se hoje com a polícia a utilizar gás lacrimogéneo contra uma caravana da oposição e um funcionário da morgue de Nairobi a dar conta da entrada de nove mortos a tiro.

O funcionário, que não quis ser identificado, disse que os corpos foram trazidos para a morgue do bairro da lata de Mathare, nos subúrbios de Nairobi e um feudo da oposição.

DANIEL IRUNGU/EPA © EPA / DANIEL IRUNGU DANIEL IRUNGU/EPA

Várias outras pessoas foram mortas em confrontos com a polícia desde a noite de sexta-feira, quando a Comissão Eleitoral do Quénia confirmou que o Presidente Uhuru Kenyatta é o vencedor das eleições de terça-feira.

Uhuru Kenyatta obteve 54,27% dos votos, enquanto o líder da oposição, Raila Odinga, que alegou a existência de uma fraude e se autoproclamou vencedor, alcançou 44,74%, segundo a mesma fonte.

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon