Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

ONU pede mais ajuda para lidar com refugiados venezuelanos

A ONU quer mais ajuda humanitária para aliviar a crise dos venezuelanos que procuram refúgio nos países vizinhos. O apelo foi feito pelo Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados, Filippo Grandi, durante uma visita ao centro de acolhimento de Boa Vista, no Brasil. Grandi destacou, nomeadamente, a dificuldade dos serviços sociais dos países de acolhimento e as tensões motivadas pelo enorme fluxo de refugiados venezuelanos: "Temos de tratar problemas em várias áreas, especialmente quando há muitos venezuelanos em comparação com a população local e a pressão é maior. Temos de garantir que as tensões não se transformam em xenofobia, violência contra os refugiados ou entre eles e a população local. Isso seria muito mau." Segundo a ONU, o Brasil acolhe atualmente 180.000 refugiados venezuelanos. A maioria dos 4,3 milhões de venezuelanos que fugiram da crise política e económica no país estão na Colômbia, Perú, Chile e Equador. No início do ano, as Nações Unidas e ONGs pediram 770 milhões de dólares em ajuda humanitária, mas até agora reuniram menos de 180 milhões.
image beaconimage beaconimage beacon