Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Seis meses de protestos dos coletes amarelos

Os "coletes amarelos" vivem um 27º sábado de manifestações, seis meses após o início deste protesto social sem precedentes e uma semana antes das eleições europeias. O movimento persiste, sendo desvalorizado pelo governo. Às 14 horas o ministério francês do Interior contava 2800 manifestantes e m todo o país, entre os quais 1100 em Paris. O apelo este sábado era para uma grande maré amarela em Nancy e Reims, mas houve também concentrações em Toulouse, Lyon, Besançon e Amiens. O alvo continua a ser Emmanuel Macron. O presidente afirmou na sexta-feira, em Biarritz que o movimento já "não tem saída política" que fez o que lhe competia e que , agora, todos devem votar nas eleições europeias. O movimento dos "Coletes Amarelos", iniciado a 17 de novembro de 2018, produziu, até agora, quase 50.000 manifestações de vários níveis, algumas com confrontos violentos entre manifestantes e forças da ordem.
image beaconimage beaconimage beacon