Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ucrânia celebra Dia da Independência

Paz e união. A mensagem que a Ucrânia quer deixar ao mundo, é antes de mais um recado para dentro, dado por Volodymyr Zelenskiy, no primeiro Dia da Independência do país enquanto presidente. Ao 28.° aniversário do dia Nacional, a tradicional parada militar foi trocada por uma marcha de veteranos e uma procissão pela dignidade com a sociedade civil Num discurso à nação, Zelenskiy defendeu que a união deve estar acima das divergências e que o país pode apenas contar com os ucranianos para prosperar. O importante, afirmou o presidente, é a Ucrânia "unir-se pelo futuro, em vez de lutar pelo que aconteceu no passado". As comemorações foram feitas à margem do G7, mas nem por isso Donald Tusk deixou a Ucrânia à margem do encontro. Com a Rússia de fora desde a anexação da Crimeia, o presidente do Conselho Europeu deixou aberta a possibilidade de ouvir o novo presidente sobre a crise política entre os dois países
image beaconimage beaconimage beacon