Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mais de 37 M€ em crédito suplementares para Casa de Segurança e polícia angolana

Logótipo de LusaLusa 11/08/2017 Paulo Julião
PEDRO PARENTE / ANGOP/ANGOP © LUSA / PEDRO PARENTE / ANGOP PEDRO PARENTE / ANGOP/ANGOP

Luanda, 11 ago (Lusa) - O Presidente angolano autorizou a abertura de créditos suplementares no Orçamento Geral do Estado (OGE) a favor da Casa de Segurança da Presidência e da Polícia Nacional, no valor de mais de 37 milhões de euros.

Em causa estão dois decretos assinados por José Eduardo dos Santos, de 03 de agosto, aos quais a Lusa teve hoje acesso, autorizando esses créditos suplementares no OGE de 2017.

O primeiro tem um valor superior a 3.854 milhões de kwanzas (19,7 milhões de euros) para "cobertura de despesas" da Casa de Segurança do Presidente da República, liderada pelo ministro de Estado e general angolano Hélder Vieira Dias "Kopelipa".

O documento não especifica em concreto o destino desta verba, o mesmo acontecendo com outro decreto presidencial, do mesmo dia.

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon