Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Berardo não quer ser o bode expiatório do sistema financeiro

Mas Joe Berardo admite que se excedeu nas respostas que deu aos deputados no Parlamento. O empresário madeirense reagiu em comunicado às críticas que de que tem sido alvo desde que prestou depoimento na comissão parlamentar de inquérito à gestão da Caixa Geral de Depósitos. Berardo admite que, no calor da discussão, se excedeu, dando respostas impulsivas e não devidamente ponderadas. Diz que não foi sua intenção ofender quem quer que seja. E afirma que teria sido mais fácil não responder às perguntas e esconder-se naquilo a que chama de ataques de amnésia seletiva. Joe Berardo diz que não vai aceitar passivamente que o transformem no bode expiatório de todos os males do sistema financeiro português desde 2007.
image beaconimage beaconimage beacon