Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Clima: Cruz Vermelha diz que necessidades humanitárias podem duplicar até 2050

A Cruz Vermelha Internacional alerta que as alterações climáticas vão duplicar o número de pessoas a necessitar de ajuda humanitária até meados do século. Segundo o presidente da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, Francesco Rocca, "até 2050, mais de 200 milhões de pessoas por ano poderão necessitar de ajuda humanitária internacional como resultado de uma combinação cruel de desastres relacionados com o clima e com o impacto socioeconómico das mudanças climáticas. Isso representa quase o dobro do número estimado de 108 milhões de pessoas que hoje precisam de ajuda do sistema humanitário internacional. Por causa de inundações, tempestades, secas e incêndios florestais. E mesmo até 2030, que está a apenas uma década de distância, esse número pode aumentar quase 50%". Segundo as estimativas mais pessimistas da organização, o custo financeiro da intervenção humanitária provocada pelas alterações climáticas pode ultrapassar os 18 mil milhões de euros, anualmente, até 2030.
image beaconimage beaconimage beacon