Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sete polícias de Hong Kong condenados a dois anos de prisão por agressão a manifestante

Logótipo de LusaLusa 17/02/2017 Inês Santinhos Gonçalves

Hong Kong, China, 17 fev (Lusa) – Sete agentes da polícia de Hong Kong foram hoje condenados a dois anos de prisão pelo que o juiz classificou como um ataque violento a um manifestante durante os protestos pró-democracia de 2014, que foi captado por uma televisão.

JEROME FAVRE/EPA © EPA / JEROME FAVRE JEROME FAVRE/EPA

Os sete já tinham sido condenados no início da semana por agressão que causou dano corporal ao ativista do Partido Cívico Ken Tsang, mas foram inocentados de uma acusação mais grave, de danos corporais severos com intenção. No entanto, a pena só hoje foi conhecida.

As imagens de vídeo do ataque, captadas por um canal televisivo local, perto da sede do Governo, chocaram os residentes e prejudicaram a imagem da polícia.

No vídeo é possível ver um grupo de homens a arrastar Tsang, algemado, para um canto escuro num parque público, onde é agredido. Um homem estava por cima de Tsang infligindo-lhe golpes enquanto três outros o pontapeavam repetidamente.

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon