Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

As 10 cidades mais caras para se viver em 2017

Logótipo de Business Insider UK Autor: Alison Millington de Business Insider UK | Diapositivo 1 de 11: <p>LONDON - The most expensive cities to live in around the world in 2017 have been revealed in the <a href="http://www.demographia.com/dhi.pdf">13th Annual Demographia International Housing Affordability Survey: 2017</a>.</p><p> The study analysed 406 metropolitan housing markets in nine countries - Australia, Canada, Hong Kong, Ireland, Japan, New Zealand, Singapore, United Kingdom, and the United States - in the third quarter of 2016.</p><p> Using the "mean multiple" approach - the median house price divided by the median household income - the data shows that the most "severely unaffordable major housing markets" are in Australia, New Zealand, Chia, Canada, the United Kingdom, and the United States.</p><p> Oliver Hartwich, executive director of the think tank behind the research, The New Zealand Initiative, said: "The number of severely unaffordable major housing markets rose from 26 to 29. We need to tackle housing affordability urgently because the effects of unaffordable housing on society are becoming more visible by the day... We should not accept extreme price levels in our housing markets. High house prices are not a sign of city's success but a sign of failure to deliver the housing that its citizens need."</p><p> Scroll down to see the 10 most expensive cities to live in around the world in 2017.</p>

As 10 cidades mais caras para se viver em 2017

As cidades mais caras para se viver no mundo foram reveladas pela pesquisa anual de preços de domicílios 2017.

O estudo analisou o mercado imobiliário de 406 regiões metropolitanas de nove países desenvolvidos -- Austrália, Canadá, Hong Kong, Irlanda, Japão, Nova Zelândia, Singapura, Reino Unido e Estados Unidos no terceiro quadrimestre de 2016.

Através do método de  "mínimo múltiplo",  a pesquisa mostra as cidades "severamente caras" destes nove países, os mais caros do mundo.

Oliver Hartwich, diretor executivo da entidade autora do estudo, mostrou que o número de cidades severamente caras subiu de 26 para 29. "Precisamos de atacar o custo das moradias, porque isto piora visivelmente. Não devemos aceitar níveis extremos de preço nos mercados imobiliários. Preços altos não são um sinónimo de sucesso, mas de fracasso em promover aquilo que o cidadão precisa", disse.

Veja a seguir quais são as cidades mais caras do mundo em 2017.

Veja Também:

Conheça os lugares mais assustadores do planeta

Saiba quais são os 50 destinos de viagens mais procurados

Siga a nossa página no Facebook:

MSN Portugal

© Wikipedia/Nserrano
image beaconimage beaconimage beacon