Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.
A SEGUIR
Porque há cada vez mais idosos a desaparecer em Portugal?

ONU demitiu português dançarino e o seu chefe

Um militar português integrado numa missão militar internacional na Colômbia está a ser criticado pela ONU por ter dançado com uma guerrilheira das Forças Armadas Revolucionárias Colombianas. Esta situação levou já as Forças Armadas portuguesas a chamar o militar para regressar de imediato a Portugal.O comunicado oficial refere que a decisão de terminar a comissão de serviço deste militar surge após "os recentes acontecimentos ocorridos na Colômbia, com um comportamento que afetou as condições para a continuidade nesta missão do militar português".O incidente terá envolvido dois militares da missão internacional, um português e um do Paraguai. A dança dos dois homens com a guerrilheira foi filmada e gravada pela agência de notícias espanhola EFE. As imagens provocaram indignação na Colômbia.O chefe da missão em Bogotá diz que o comportamento dos militares "não reflete os valores de profissionalismo e de imparcialidade da missão das Nações Unidas" e que a ONU vai "tomar as medidas adequadas".Seis militares portugueses integram desde 16 de novembro a missão de observadores das Nações Unidas destinada a monitorizar o acordo de cessar-fogo e o fim das hostilidades na Colômbia.

LISTA PESSOAL

image beaconimage beaconimage beacon