Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Mourinho arrasa comentadores ingleses: "Acordam a pensar em mim"

Logótipo de Adeptos de Bancada Adeptos de Bancada 14/09/2018 Elson Correia
© Fornecido por Adeptos de Bancada

José Mourinho foi com tudo para a conferência de imprensa de antevisão para a partida entre o Manchester United e o Watford. O técnico português atirou-se aos comentadores que o criticam pelo arranque de temporada periclitante dos red devils e, mais recentemente, pelo desenvolvimento de Marcus Rashford.

Alan Shearer e Jamie Carragher consideraram que o jovem internacional inglês deveria deixar o Manchester United, longe da influência de José Mourinho, para crescer verdadeiramente enquanto jogador.

O Special One foi particularmente duro na resposta, começando por denunciar a existência de comentadores que ganham dois salários, ao também trabalharem para clubes.

"Algumas destas pessoas (comentadores e jornalistas) têm dois salários porque trabalham para os clubes e, por isso, não são independentes. Conduzem as coisas da forma como lhes dá jeito. É natural, não é ético, mas aceito. Se acordam de manhã e a primeira coisa que pensam é em José Mourinho e no Manchester United, lamento por eles porque há coisas mais interessantes na vida", afirmou.

Posteriormente discordou totalmente da análise em relação à gestão carreira de Rashford.

"Para os adeptos do Manchester United o mais importante é que tenham a ideia correta de como as coisas se passam na realidade. Ele é um bom rapaz, um bom jogador e sabe o que o Manchester United fez por ele. Começou aqui, teve o apoio do Van Gaal, tem o meu apoio, o apoio do clube, um novo contrato, uma camisola nova e foi sempre convocado para todos os jogos.

Desde que estou aqui nunca foi afastado por decisão técnica, só não foi convocado quando esteve lesionado ou castigado. Nunca foi descartado e ele sabe disso", referiu.

Por último Mourinho deixou ainda uma bicada irónica, em relação aquilo que considera ser a obsessão dos comentadores e jornalistas, sobre a sua pessoa. Munido das suas notas, enumerou os dados estatísticos das duas últimas temporadas de Rashford sob o seu comando.

"Creio que domingo vão criticar-me por não o colocar a jogar amanhã, porque alguns estão realmente obcecados comigo e outros são mentirosos compulsivos. Eles acordam ao domingo de manhã a pensar em José Mourinho. Vão criticar-me por não apostar no Marcus, mas desta vez a culpa não é minha, ele está castigado. O melhor é recordar-lhes isso, ele está suspenso e não pode jogar", concluiu.

Veja o vídeo abaixo.



Veja também:


VÍDEO: Italianos intrigados com o efeito que Ronaldo deu à bola

Pirlo critica Dybala e aponta Ronaldo como exemplo ao argentino

VÍDEO: A queda monumental de Mourinho que está a tornar-se viral

 


Veja também: A reação de Varandas Fernandes à divulgação do «Hacker»

A SEGUIR
A SEGUIR

AdChoices
AdChoices

Mais de Adeptos de Bancada

Adeptos de Bancada
Adeptos de Bancada
image beaconimage beaconimage beacon