Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Eu temia pior", confessa Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República confessou que temia que a abstenção fosse entre 75 e os 80 por cento. O valor oficial não atingiu essas proporções mas, ainda assim, aumentou em relação às anteriores eleições, o que coloca um desafio para os partidos que concorrem às próximas eleições. Marcelo Rebelo de Sousa realça que nos dias 6 e 7 de junho vai ouvir os partidos políticos sobre a situação política, económica e social em Portugal e sobre as perspetivas de uma "ainda longa pré-campanha eleitoral" para as legislativas. O Presidente da República chamou a atenção para o facto de, perante os resultados já conhecidos até à altura em que falou com os jornalistas, as forças políticas pró-europeias representam mais de 60 por cento dos votos, o que considera uma "maioria clara". Um fenómeno que, de acordo com Marcelo Rebelo de Sousa, é também visível na Europa, contrariando a previsão de uma maior ascensão de forças críticas da Europa.
image beaconimage beaconimage beacon