Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Governo estima poupança de 14% na eletricidade com mecanismo ibérico de limitação de preços

Logótipo de Expresso Expresso 02/07/2022 Miguel Prado

O Ministério do Ambiente aponta para uma poupança de 14% na fatura elétrica nos primeiros 15 dias dos preços de referência para o gás na Península Ibérica. Benefícios rondarão os 27 milhões de euros

Foto: Getty Images © Expresso Foto: Getty Images

O Governo estima que nos primeiros 15 dias de aplicação, o mecanismo ibérico de limitação dos preços grossistas da eletricidade, por via de um preço de referência para o gás natural, permitiu economizar, em termos líquidos, 14% face ao que aconteceria se o mecanismo não tivesse sido implementado.

Em comunicado, o Ministério do Ambiente indica que a aplicação do mecanismo "permitiu que as famílias e as empresas com contratos de fornecimento de eletricidade expostos ao preço do mercado spot/à vista de eletricidade beneficiassem de uma poupança média diária de 38 euros por MWh (megawatt hora), correspondendo a uma redução média diária de cerca de 14%".

Esta poupança de 14% já leva em consideração o facto de ao preço grossista diário no mercado ibérico acrescer uma parcela de compensação (a suportar pelos consumidores), destinada a ressarcir as centrais alimentadas a gás pelo facto de estarem a oferecer no mercado preços de eletricidade abaixo dos que teriam de cobrar para recuperar integralmente os seus custos reais com aquisição de gás.

O Ministério do Ambiente indica que "as famílias e as empresas expostas ao mercado spot de eletricidade suportaram um preço médio de 237,84 euros por MWh graças à existência do mecanismo, por contraponto ao valor de 275,90 euros por MWh que pagariam se esta medida não tivesse sido aplicada".

De acordo com informações obtidas pelo Expresso, a esta poupança corresponderá, nos primeiros 15 dias de aplicação do mecanismo, um benefício acumulado da ordem dos 27 milhões de euros para os consumidores portugueses.

O mecanismo ibérico entrou em vigor a 14 de junho, produzindo efeitos nos preços grossistas da eletricidade a partir de 15 de junho. Irá vigorar durante 12 meses. Para já estipula um preço de referência para o gás natural de 48,75 euros por MWh, o que contrasta com os 116 euros a que a cotação do gás chegou a 30 de junho.

Num comunicado divulgado na sexta-feira o Ministério da Transição Ecológica de Espanha havia já adiantado que o mecanismo ibérico gerou uma redução no preço grossista (incluindo a compensação do mecanismo) de 14%.

Em comunicado, o Governo espanhol estimou um benefício cumulativo da medida da ordem dos 250 milhões de euros nos primeiros 15 dias, o que aponta, como era esperado ainda antes da aplicação do mecanismo, para vantagens maiores desta intervenção em Espanha do que em Portugal.

AdChoices
AdChoices

Mais do Expresso

image beaconimage beaconimage beacon