Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Moita Flores acusado de cinco crimes

Francisco Moita Flores foi acusado de cinco crimes em obras da antiga Escola Prática de Cavalaria de Santarém. O Ministério Publico indicou um julgamento por tribunal coletivo neste caso que envolve o antigo presidente da Câmara de Santarém e também um ex-funcionário do município. Moita Flores está acusado, em co-autoria, de três crimes de prevaricação de titular de cargo político e de dois crimes de participação económica em negócio. De acordo com a acusação, os arguidos cometeram os crimes aproveitando-se das funções que exerciam e foram praticados entre 2009 e 2011. Para já, decorre o prazo para a abertura da instrução que pode ser requerida pelos arguidos
image beaconimage beaconimage beacon