Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Parasita" de Bong Joon-Ho conquista Palma de Ouro em Cannes

O "Parasita", um drama familiar do realizador sul-coreano Bong Joon-ho, conquistou o prémio máximo da 72a edição do festival de cinema de Cannes. Parasita retrata o drama das desigualdades sociais. "Muito obrigado, Sinto-me muito honrado, sempre me inspirei muito no cinema francês, agradeço a Henri-Georges Clouzot e Claude Chabrol", comentou Bong Joon-ho, primeiro cineasta do seu país a ganhar o prémio supremo em Cannes. . "Atlantics", uma história assombrosa de fantasma sobre migrantes dirigida pela cineasta franco-senegalesa Mati Diop arrecadou o Grande Prémio (Grand Prix). O filme, baseado na seu pequeno documentário de 2009, foi a primeira longa metragem de Diop. Emily Beecham recebeu o prémio para melhor intepretação feminina pelo papel em "Little Joe", filme de Jessica Hausner. Antonio Banderas foi consagrado com o prémio de melhor ator pela intepretação em "dor e gloria" de Pedro Almodóvar. Aos 58 anos, converteu-se no sexto ator espanhol a conseguir o prémio em Cannes.
image beaconimage beaconimage beacon