Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Polícia francesa deteta ADN no pacote armadilhado de Lyon

Caça ao homem, segurança reforçada e muitas questões. As autoridades francesas isolaram ADN no pacote armadilhado que rebentou na sexta-feira junto a uma popular loja de sanduíches e bolos de Lyon. Não há ainda dados que permitam dizer que se trata de ADN do ciclista visto a deixar o engenho. A polícia vai em breve publicar mais fotos do suspeito. "Nós sabemos o caminho usado pelo suspeito, graças ao sistema de vídeo vigilância, que nos permite ver quando a pessoa chega e quando a pessoa parte. Por isso, a partir daí nós vamos encontrar mais pistas", declarou o presidente da Câmara de Lyon, Gerard Collomb, antigo ministro do Interior francês. No local foram recuperados restos de um detonador acionado por controlo remoto e plástico branco. As pessoas questionam-se. "Qualquer pessoa pode deixar um pacote cheio de parafusos com uma bomba sem que ninguém veja. Por isso, sim, há uma sensação de impotência", diz uma senhora. "Bom eu referi que podemos continuar a viver como habitualmente. Vê? Estou a caminho do mercado como faço todos os sábados e manhã", revela outra lionesa. As autoridades pediram à população para fornecerem todo o tipo de informação que possa ser relevante para o caso e instou os cidadãos a manterem-se vigilantes. A segurança nos vários eventos previstos para os próximos dias foi reforçada.
image beaconimage beaconimage beacon