Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rússia obrigada a libertar marinheiros ucranianos

A Rússia vai ter de libertar os marinheiros ucranianos detidos. O Tribunal Marítimo Internacional ordenou à Rússia que libertasse imediatamente os 24 marinheiros detidos desde um incidente militar em novembro do ano passado , no estreito de Kerch, na Crimeia. Segundo a decisão deste tribunal, a Rússia está a infringir um tratado de que é signatária e vai também ter de devolver à Ucrânia, sem demoras, os três navios arrestados quando passavam ao largo da Crimeia, território anexado pela Rússia à Ucrânia em 2014. Os três navios e as tripulações foram capturados quando tentavam passar do mar Negro para o mar de Azov, que a Rússia considera serem águas territoriais suas, depois de vários avisos por parte da Guarda Costeira.
image beaconimage beaconimage beacon