Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Camões para Chico Buarque

Não são precisos muitos acordes para a maioria identificar muitas das canções de Chico Buarque, mas - como sublinhou o júri - é "o homem da literatura" e não "o músico" quem foi agora distinguido com o Prémio Camões 2019. A poucas semanas deste completar 75 anos de vida, o multifacetado artista carioca foi agora galardoado com o mais importante prémio literário do mundo lusófono. Ele que criou uma das mais icónicas odes à revolução dos cravos, em Portugal. O júri destaca que "se há obra da língua portuguesa que atravessa fronteiras é a" de Francisco Buarque de Holanda. "Poesia, romance, canções, todas as gerações da língua portuguesa têm uma memória construída que passa pelo Chico", acrescenta para justificar a escolha unânime e "entusiástica" para suceder ao escritor cabo-verdiano Germano Almeida vencedor do Prémio Camões no ano passado. A cerimónia de entrega do galardão terá lugar em Lisboa em data ainda a anunciar. Entretanto, de Chico Buarque não falta quem deseje que continue por muito tempo a contribuir para a "Construção" da língua portuguesa.
image beaconimage beaconimage beacon