Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Corbyn determinado em evitar ausência de acordo

O líder da oposição britânica marcou presença esta quinta-feira em Bruxelas quando falta uma semana para a saída do Reino Unido da União Europeia. Jeremy Corbyn reforçou a necessidade de evitar a ausência de um acordo. ''Estamos determinados em encontrar um consenso que evite uma ausência de acordo criando uma relação futura construtiva com a União Europeia que possa ser negociada durante um período extenso. Os encontros desta manhã foram positivos e fizemos aquilo que o governo devia estar a fazer em vez de insistir num acordo que já foi rejeitado duas vezes no parlamento britânico, em vez disso procuramos uma alternativa construtiva que foi exatamente o que disse á primeira-ministra nas minhas conversas com ela", disse Corbyn no final de um encontro na Comissão Europeia. Uma das opções sobre a mesa é o Reino Unido ficar na União Aduaneira. Um segundo referendo também não foi excluído. O líder trabalhista recusou-se a avançar com detalhes. ''Nas propostas avançadas durante a conferência do ano passado, exigimos a opção de dar ao povo britânico um voto complementar no final do processo negocial. Agora estamos a considerar que propostas colocamos perante o parlamento britânico na próxima semana. É por isso que tivemos este longo processo de consultas", disse. Entretanto, longe de Bruxelas, no Reino Unido multiplicam-se as ações para inverter a saída do Reino Unido da União Europeia. Uma petição à primeira-ministra Theresa May no sentido de revogar o Artigo 50 ultrapassou um milhão de assinaturas no espaço de poucas horas.
image beaconimage beaconimage beacon