Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Democratas exigem publicação do relatório Mueller

Depois de conhecidas as conclusões, Donald Trump definiu a investigação do procurador Robert Mueller como “uma tentativa de destituição ilegal que fracassou”. "Não houve conluio com a Rússia. É a coisa mais ridícula que eu já ouvi. Não houve conluio nem qualquer obstrução. Foi uma completa e total exoneração". Apesar do otimismo de Trump, a carta de quatro páginas enviada ao Congresso pelo procurador-geral, William Barr, não descarta a prática de crime ou obstrução por parte do presidente. Jerrold Nadler, o líder da Comissão Judiciária do Congresso norte-americano, anunciou uma interpretação do “relatório Muller” muito diferente de Donald Trum. "O presidente Trump está errado. Este relatório não é, como diz, uma exoneração total. O procurador Muller foi claro ao dizer que o relatório não exonera o presidente. O procurador passou vinte e dois meses a descobrir provas de obstrução e de outras condutas impróprias". Os líderes democratas do Congresso norte-americano já pediram a publicação urgente do relatório.
image beaconimage beaconimage beacon