Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Polónia de luto por Adamowicz

A Polónia está de luto e Gdansk é o centro da consternação. Milhares de pessoas enfrentaram as temperaturas negativas para prestar homenagem ao presidente da Câmara da cidade, esfaqueado este domingo. Pawel Adamowicz, de 53 anos, foi atacado durante um evento de solidariedade. Morreu no dia seguinte. O funeral está marcado para este sábado. O autor-confesso do crime, de 27 anos, foi detido. 10 outras pessoas foram presas, acusadas de promoverem ódio nas redes sociais. Identificadas como sendo ativistas de extrema direita, tinham também pedido publicamente a morte do presidente da Câmara. O corpo de Adamowicz está em câmara ardente no Museu do Solidariedade, o sindicato fundado pelo ex-presidente checo e Nobel da Paz, Lech Walesa. Jerzy Janiszewski, autor do logo do Solidariedade, criou uma nova versão gráfica para homenagear o político assassinado.
image beaconimage beaconimage beacon