Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Tancos. Relatório sustenta que "não ficou provado" que tenha havido interferência política

Não estão ainda concluídas as votações das propostas de alteração ao relatório final da comissão parlamentar que investigou o furto de material militar de Tancos. O documento, apresentado hoje no Parlamento, sustenta que "não ficou provado" que tenha havido interferência política na ação do Exército ou na atividade da Polícia Judiciária Militar.
image beaconimage beaconimage beacon