Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

News - Tech & Science - Notícias de Ciência e Tecnologia

A nova temporada da “Guerra dos Tronos” estava a chegar, mas atrasou-se

Logótipo de Expresso Expresso há 6 dias João Pedro Barros

Protestos contra serviço da HBO Portugal multiplicam-se nas redes sociais. Episódio um só ficou disponível horas depois da estreia nos Estados Unidos

Emilia Clarke interpreta Daenerys Targaryen e Kit Harington é Jon Snow em “A Guerra dos Tronos” © FOTO HELEN SLOAN/HOME BOX OFFICE, INC. Emilia Clarke interpreta Daenerys Targaryen e Kit Harington é Jon Snow em “A Guerra dos Tronos”

O fenómeno “Guerra dos Tronos” pode passar-lhe completamente ao lado, mas toda a gente já experimentou momentos de ansiedade que terminam com um balde de água fria. Certamente consegue colocar-se no papel de alguém que faz serão para chegar às duas da manhã e ver o aguardado primeiro episódio da oitava e última temporada da premiada série, em simultâneo com a estreia nos Estados Unidos… e eis que o sistema da HBO Portugal falha.

A plataforma de ‘streaming’ é uma das hipóteses para assistir legalmente à série, sendo a outra o canal por cabo Syfy, que às 2h desta segunda-feira cumpriu com o prometido. Quando o episódio terminou nesse canal, a HBO Portugal continuava sem o disponibilizar, quer através do seu site e aplicação móvel, quer através da box da Vodafone, que comercializa a plataforma em exclusivo nesse meio.

“O episódio está a chegar. O exército dos mortos apareceu sem avisar e temos as várias Casas a trabalhar para os derrotar. Estamos a fazer de tudo para derrotar o inimigo e disponibilizar o episódio o mais rápido possível. Pedimos desculpa pela situação e agradecemos a vossa paciência”, podia ler-se na página de Facebook da HBO Portugal, alguns minutos depois das 2h. De acordo com um comentário da empresa via Instagram, o episódio apenas pôde ser visto via televisão a partir das 9h.

As redes sociais estão inundadas de protestos pela falha do serviço e o Expresso já tentou obter mais esclarecimentos sobre a origem do problema, que pode ter-se devido ao fluxo de espectadores que aguardava a estreia daquela que é uma das séries de maior impacto de todos os tempos.


Veja também: Reveladas imagens da vida de Assange: e não são bonitas

Repetir Vídeo
A SEGUIR
1
Cancelar
A SEGUIR
A SEGUIR

Descarregue aqui a app Microsoft Notícias e esteja sempre a par do que se passa no país e no mundo a partir das fontes mais credíveis

AdChoices
AdChoices

Mais de Expresso

image beaconimage beaconimage beacon