Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

AO MINUTO: Costa pede "esforço reforçado". Emergência (certa) no Natal?

Logótipo de Notícias ao Minuto Notícias ao Minuto há 5 dias Notícias Ao Minuto

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo. © Getty Images Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

Começa hoje um novo fim de semana de recolher obrigatório no país. A medida, que faz parte do Estado de Emergência, declarado pelo Governo, já foi implementada no fim de semana passado. Contudo, contemplava 114 concelhos de elevado risco de transmissão do novo coronavírus e passa agora a atingir mais 77. 

LEIA TAMBÉM:

Pandemia já matou pelo menos 1.373.381 em todo o mundo

Depois de ter sido autorizada a renovação do Estado de Emergência por mais 15 dias, o Governo reuniu-se para tomar novas medidas, que anunciou este sábado em conferência de imprensa depois do Conselho de Ministros extraordinário. 

O Governo determinou a proibição de circulação entre concelhos nos fins de semana dos feriados de dezembro, a suspensão das aulas nos dias 30 de novembro e de 7 de novembro, bem como a atribuição de tolerância de ponto para a Função Pública. O Executivo aprovou ainda a obrigatoriedade do uso de máscara no local de trabalho. Consulte todas as regras que abrangem todo o território continental aqui. 

No que toca à diferenciação por concelhos, o Governo introduziu mais dois níveis de risco (muito elevado e extremamente elevado), através dos quais se guiará para  tomar medidas. Assim, o país fica divido entre concelhos com risco moderado, elevado, muito elevado e extremamente elevado. Nestes dois últimos, continuará a vigorar o recolhimento obrigatório às 13 horas ao fim de semana (incluindo-se agora também os feriados). Consulte todas as regras por concelho aqui.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no resto do Mundo: 

00h00 - Boa noite! Este registo chegou ao fim, mas será retomado um novo na manhã de domingo. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes.

Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h45 -  Inglaterra sairá do confinamento a 2 de dezembroO Governo inglês confirmou hoje que o confinamento instaurado no país por quatro semanas não será prolongado além de 02 de dezembro, data à qual regressará às restrições locais para limitar a propagação da segunda vaga do novo coronavírus

23h30 -  Contratação de médicos vai ser agilizada até ao final do ano. O procedimento de contratação de médicos de determinadas especialidades vai ser agilizado até ao final do ano devido à pandemia de covid-19, nos termos de um decreto-lei hoje aprovado pelo Governo.

23h16 - O Brasil registou, nas últimas 24 horas, mais 32.622 casos de Covid-19 e 372 mortes. De acordo com as autoridades de saúde brasileiras, foram contabilizados desde o início da pandemia 6.052.786 contágios  e 168.989 óbitos

21h52 - O Papa Francisco apelou hoje ao travão social na febre consumista no pós-pandemia, numa mensagem enviada aos participantes do encontro 'Economia de Francisco - Papa Francisco e jovens de todo o mundo para a economia de amanhã'.

"Uma vez terminada a crise sanitária em que nos encontramos, a pior reação seria cair ainda mais numa febre consumista e em novas formas de autopreservação egoísta", afirmou o sumo pontífice, acrescentando: "Não se esqueçam que não saímos de uma crise da mesma maneira: saímos melhor ou pior. Alimentemos o que é bom, aproveitemos a oportunidade e coloquemo-nos todos ao serviço do bem comum".

21h31 - França registou hoje 276 vítimas mortais, menos 110 que na véspera. Segundo dados da agência sanitária francesa (SpF), o número total de vítimas mortais pelo novo coronavírus eleva-se agora para 48.518. De realçar também melhorias na quantidade de novos casos. Hoje foram registados 17.881 novos infetados. Na sexta-feira foram quase 23 mil.

21h18 - O Governo partilhou no Instagram uma publicação com todas as medidas que vão entrar em vigor no novo período de Estado de Emergência, que se inicia terça-feira às 00h00. 

21h16 - A Madeira registou hoje mais 12 casos de Covid-19 - todos de transmissão local - elevando para 672 as situações confirmadas, das quais 166 estão ativas, revelou hoje a Direção Regional de Saúde. 

21h11 - António Costa anunciou este sábado que as medidas de combate à pandemia vão ser tomadas consoante quatro níveis de risco de transmissão da doença - moderado, elevado, muito elevado e extremamente elevado. Saiba quais as medidas que abrangem o seu concelho

20h47 - Vários líderes mundiais reiteraram hoje o apelo em defesa de um sistema que garanta o acesso universal às vacinas contra a Covid-19, no primeiro dia da cimeira do G20, cujo final está agendado para este domingo.

"Temos de garantir o acesso à escala planetária e evitar a todo o custo o cenário de um mundo a duas velocidades", afirmou o presidente francês, Emmanuel Macron. 

20h09 - A ministra da Saúde, Marta Temido, defendeu hoje que "não é com populismos, demagogia e desinformação" que se combate uma pandemia e aquilo que se segue, que são normalmente "tempos muito difíceis" mesmo após serem superadas as dificuldades sanitárias. 

"A maior preocupação que temos relativamente a essas formas de opinião é a desinformação que elas trazem para a sociedade, porque estes momentos de crise são propícios a extremismos, são propícios a populismos e, muitas vezes, fazem-se valer da desinformação das pessoas", adiantou Temido. 

19h34 - António Costa afirmou hoje que ficaria "muito surpreendido" se não vigorar o Estado de Emergência no Natal, alegando que o conteúdo das medidas que estão a ser adotadas são menos intensas, mas com maior extensão temporal.

"O conteúdo do Estado de Emergência é em cada quinzena definido com precisão no seu âmbito pelo decreto do Presidente da República com autorização da Assembleia da República e regulamentado depois em concreto pelo Governo. Portanto, haver Estado de Emergência no Natal não permite antecipar nenhuma medida em concreto", sublinhou o primeiro-ministro. 

19h00 - O primeiro-ministro insistiu hoje que a restauração é um local de "risco" de contágios, defendeu que Portugal foi dos países que menos restrições aplicou ao setor e adiantou que serão anunciados novos apoios para este ramo económico.

"Devemos ser dos países, para não dizer mesmo o país, que menor restrição introduziu no funcionamento da restauração. A generalidade dos países fechou pura e simplesmente a restauração ao almoço e jantar, mantendo apenas, tal como nós em março e abril, as entregas ao domínio ou à porta do restaurante", disse.

18h22 - António Costa revelou também que vai ser imposto o recolher obrigatório nos dois próximos sábados e domingos e nos feriados de 1 e 8 de dezembro nos concelhos com risco muito elevado e extremamente elevado. Nas vésperas dos feriados, o comércio vai fechar às 15 horas, acrescentou o primeiro-ministro.

18h20 - Entre as novas medidas anunciadas pelo líder do Executivo, destacam-se a proibição da circulação entre concelhos nos feriados de dezembro, a suspensão das aulas nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro e o uso generalizado da máscara nos locais de trabalho

18h11 - O primeiro-ministro, António Costa, já fala ao país para apresentar as novas medidas que vão entrar em vigor no período de Estado de Emergência, que se inicia na terça-feira. Pode acompanhar aqui.

Publicação relacionada do Facebook

Partilhado do Facebook

17h34 - Mais de 60 pessoas estão infetadas com o coronavírus nas residências de idosos da Póvoa de Varzim, situação que a câmara local diz estar a acompanhar "com atenção", estando "preparada para prestar o apoio necessário".

17h13 - A Itália vai iniciar no final de janeiro uma "campanha de vacinação sem precedentes", começando pelas camadas da população mais expostas à Covid-19, anunciou hoje o ministro da saúde, Roberto Speranza

17h10 - O Reino Unido registou, nas últimas 24 horas, mais 19.975 casos de Covid-19 e 341 mortes relacionadas com o novo coronavírus. Desde o início da pandemia foram assim registados 1.493.383 casos de coronavírus no Reino Unido e 54.626 óbitos relacionados com a Covid-19

17h08 - A Itália notificou mais 34.767 novos diagnósticos positivos para a SARS-CoV-2 e 692 mortos associados à doença, indicam os dados deste sábado das autoridades italianas. No total, desde o início da pandemia, o país acumula  1.380.531 contágios e 49.261 mortes.

16h58 - A ministra da Saúde afirmou hoje que se começa a assistir a "alguma desaceleração" do crescimento da pandemia de Covid-19, mas advertiu que a situação se mantém grave, com o número de novos casos diários "muito elevado e  preocupante".

"A situação mantém-se grave e temos de estar preparados para que nos próximos dias, na próxima semana, no próximo fim de semana, nas primeiras semanas de dezembro a situação seja ainda muito complexa, sobretudo na região Norte do país", alertou Marta Temido

16h43 - Júlio Isidro está infetado com o coronavírus. O apresentador, de 75 anos, encontra-se a recuperar em casa. 

16h08 - O Hospital das Forças Armadas (HFAR) recebeu, em quase mês e meio, 122 doentes infetados com o novo coronavírus, 106 dos quais no Porto e 16 em Lisboa, informou hoje o Estado-Maior-General das Forças Armadas. 

16h05 - Os profissionais de saúde que não vão poder gozar férias até ao final deste ano devido à pandemia de Covid-19 vão ser compensados, no âmbito de um regime excecional aprovado pelo Governo, anunciou hoje a ministra da Saúde.

"Aprovámos um regime excecional que permite que os profissionais de saúde que possam não conseguir gozar as suas férias até ao final deste ano possam ser compensados desse seu esforço", afirmou Marta Temido, em entrevista à agência Lusa.

15h59 - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, pediu hoje aos líderes do G20 uma resposta conjunta "ambiciosa" à pandemia de Covid-19 e uma ação decisiva contra as alterações climáticas. 

"O G20 comprometeu-se em março a fazer o que fosse necessário para ultrapassar a pandemia e proteger vidas. Na nossa reunião deste fim de semana, devemos cumprir essa promessa", disse o líder do governo britânico.

15h39 - Centenas de trabalhadores dos espetáculos manifestaram-se hoje em Lisboa, num protesto que alertou para situações de fome e miséria, a perda de trabalhadores qualificados para outras profissões e uma "morte certa" do setor se nada for feito.

15h22 - Doze trabalhadores nepaleses infetados retirados de T3 em Gondomar. Os homens de nacionalidade nepalesa que trabalhavam num restaurante de sushi em Rio Tinto, em Gondomar, no Porto, foram hoje retirados de um apartamento para o Seminário do Bom Pastor, em Valongo, por estarem infetados com Covid-19. Segundo o presidente da Câmara, moravam todos num apartamento T3.

15h07 - O Sindicato Independente dos Médicos afirmou hoje que a saída de médicos do Serviço Nacional de Saúde é uma tendência que se se tem acentuado nos últimos cinco anos, estando prevista a reforma 3.200 médico nos próximos três anos.

14h23 - A Unidade de Cuidados Continuados de Freixo de Espada à Cinta regista três casos positivos de covid-19, após um rastreio para despiste da infeção, que envolveu quase uma centena de utentes e funcionários, indicou hoje à Lusa fonte da instituição.

13h43 - Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 62 mortes relacionadas com a Covid-19 e  6.472 novos casos de infeção, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS) deste sábado. Com esta atualização, o total de casos confirmados desde o início da pandemia, é agora de 255.970 e de mortos de 3824 ( 1.967 homens e 1.857 mulheres). 

13h22 - A nova pandemia do coronavírus já matou pelo menos 1.373.381 em todo o mundo desde que a Organização Mundial de Saúde (OMS) relatou o início da doença no final de dezembro, na China, segundo um balanço realizado pela agência noticiosa France-Presse. Mais de 57.583.290 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da epidemia, dos quais pelo menos 36.725.500 já são considerados curados.

13h17 - Gonzalo Plata testa positivo à Covid-19. O avançado foi diagnosticado quando regressou a Portugal após representar a seleção equatoriana na dupla jornada de apuramento para o Campeonato do Mundo de 2022.

12h20 - África registou 418 mortes devido à covid-19 nas últimas 24 horas, aumentando para 49.099 o total de vítimas mortais pelo novo coronavírus, que já infetou 2.043.462 pessoas no continente, segundo dados oficiais. Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o novo coronavírus infetou nas últimas 24 horas mais 16.621 pessoas nos 55 Estados-membros da organização, e o número de recuperados em igual período foi de 14.287, para um total de 1.728.682.

11h45 - O movimento 'Sobreviver a Pão e Água' volta a sair à rua na próxima quarta-feira, dia 25 de novembro. A manifestação de carácter nacional, que une  profissionais de vários setores de atividade, tais como comércio, cultura, hotelaria, restauração e respetivos fornecedores., tem hora marcada para as 15h30, em frente à Assembleia da República, em Lisboa. 

10h50 -  A China vai testar três milhões de pessoas depois de ter detetado um possível surto no norte do país. A medida surge depois de se ter identificado um potencial surto, dado que se registou um pico repentino no número de infecções nos últimos dias, refere o Channel News Asia. A Comissão Nacional de Saúde chinesa registou, nas últimas 24 horas, sete novos casos de contágio local, incluindo cinco em Tianjin.

10h47 - O Parlamento Europeu (PE) inicia na segunda-feira uma sessão plenária por videoconferência que regressa ao tema da pandemia de covid-19, nomeadamente a liberdade de circulação, o impacto na política externa e o acesso a vacinas.

10h06 - O primeiro-ministro Antonio Costa deverá anunciar as novas medidas do Estado de Emergência este sábado, às 18h, avança a RTP 3. Esta sexta-feira confirmou-se o prolongamento de um novo Estado de emergência entre 24 de novembro e 8 de dezembro.

09h38 - As mortes por Covid-19 estão a aumentar em Portugal, mas isso não se reflete no trabalho das funerárias, que dizem estar longe da sua capacidade máxima e sem qualquer problema porque se tratam de cerimónias mais simples sem velórios. 

09h25 - A Rússia voltou a bater um recorde de infetados e mortos por Covid-19. O país liderado por Vladimir Putin contabiliza, hoje, 24.882 novos casos de infeção e 467 mortos. Este é o terceiro dia consecutivo em que o número de infetados bate recordes, sendo agora o número acumulado de casos de 2.064.748, desde o ínicio da pandemia.

09h14 - O presidente da Câmara Municipal do Sardoal, no distrito de Santarém, foi internado com Covid-19. A informação foi avançada pelo próprio autarca, na sua conta de Facebook, onde já havia inicialmente avançado, há cerca de uma semana, que se encontrava infetado com a doença, a par da sua mulher.

Publicação relacionada do Facebook

Partilhado do Facebook

08h47 - O desconfinamento em França será progressivo a partir de 01 de dezembro, com "novas medidas" e um Natal que "não vai ser normal", afirma médica que integra a missão independente de avaliação das medidas restritivas do Governo. Anne-Marie Moulin, médica especialista em doenças tropicais e diretora emérita do Centro Nacional de Investigação Científica considera que o Natal gaulês será acompanhado por "novas medidas sanitárias", com pouca gente nas reuniões familiares e "sem viagens transnacionais".

08h16 - O governador do Estado de Nova Iorque, o democrata Andrew Cuomo, vai ser distinguido com um Emmy pela Academia Internacional de Artes e Ciências Televisivas pelas suas conferências de imprensa diárias sobre a pandemia do novo coronavirus.

07h50 -  A Alemanha regista, este sábado, mais 22.964 casos de infeção por Covid-19 e 254 vítimas mortais. Desde o início da pandemia, o país germânico soma 902.528 casos e 13.884 mortes, segundo  os dados do Instituto Robert Koch.

07h31 - A Índia registou 564 mortos e 46.232 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, com a situação particularmente alarmante na capital, em Nova Deli.

07h30 - A cardiologista Fátima Pinto lamentou hoje que se perca "todos os dias" horas e muita tinta a escrever sobre a Covid-19 e se esqueça as milhares de pessoas que já morreram este ano com doenças cardiovasculares e de cancro. "É claro que estamos numa situação de emergência e temos que falar do assunto, mas eu sinto que as pessoas às vezes metem um bocadinho a cabeça debaixo do tapete, por debaixo da areia, mas esquecem-se que em saúde nós temos nichos de prioridades que não podemos deixar de contemplar", disse à agência Lusa.

07h29 - A China registou nas últimas 24 horas 16 infetados com o novo coronavírus, sete dos quais são contágios locais, informou hoje a Comissão Nacional de Saúde. Os sete casos locais foram comunicados nas cidades de Tianjin (norte, 5) e Xangai (leste, 2). Todas os casos importados foram detetados em Xangai.

07h27 - A Colômbia atingiu hoje 1.233.444 casos de covid-19 e 7.954 novas infeções, segundo o comunicado diário do Ministério da Saúde, em que foram relatadas 168 mortes, aumentando o número de óbitos para 34.929.

07h25 - O Campo Pequeno, em Lisboa, é hoje palco da 'Manifestação pela Cultura', promovida pela Associação de Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE), em defesa de um setor em crise. A manifestação irá decorrer, pelas 10h30, "dentro do Campo Pequeno, como se de um espetáculo se tratasse". Ou seja, "cumprindo as regras impostas pela Direção-Geral da Saúde", e com a capacidade do recinto limitada a duas mil pessoas.

07h20 - O primeiro-ministro anuncia hoje as medidas de combate à covid-19 no âmbito do decreto presidencial que prorroga por mais 15 dias o estado de emergência em Portugal. Para já, sabe-se apenas que o número de concelhos com elevados níveis de contágio vai aumentar, passando agora as duas centenas, e ainda que o Governo "continuará" a atuar em termos de medidas restritivas com base numa lógica de diferenciação ao nível local.

07h15 - O novo coronavírus está a provocar um número cada vez maior de mortes nos Estados Unidos, com o país a registar uma média diária de mais de 1.300 vítimas mortais, o número mais elevado desde a primavera. Assim, o número total de mortes nos EUA atingiu cerca de 254.000, tornando-o o país com mais óbitos associados à pandemia. No que diz respeito a nova sinfeções, foram, nas últimas 24 horas. 188 mil.

07h12 - Na cidade raiana de Elvas, os habituais clientes espanhóis "evaporaram-se" devido à pandemia da covid-19. O comércio passa por dificuldades e alguns estabelecimentos correm mesmo o risco de encerrar.

07h10 -Após sete meses fechados, devido à pandemia, os ginásios reabrem na Praia, em Cabo Verde. O objetivo é recuperar o tempo perdido e voltar a dinamizar o negócio, que é um dos mais afetados pela Covid-19 em todo o mundo.

07h04 - O México registou 719 mortos e 6.426 infetados com o novo coronavírus em 24 horas, elevando o total de óbitos para 100.823 e de casos para 1.025.969, informou o Ministério da Saúde.

07h00 - Este fim de semana, é de recolher obrigatório a partir das 13h. Mais de oito milhões de portugueses, residentes em 191 concelhos, estão este fim de semana sujeitos ao recolher obrigatório. Reavaliada a cada 15 dias pelo Governo, a lista é definida de acordo com o critério geral do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) de "mais de 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias", e considerando a proximidade com um outro concelho nessa situação e a exceção para surtos localizados em municípios de baixa densidade. Pode consultar a lista completa de conselhos visados aqui.

06h55 - Bom dia! Iniciamos aqui o nosso acompanhamento ao minuto à situação da pandemia em Portugal e no mundo. Mas pode recordar o que se passou no dia de ontem, através deste registo.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas 2019 para Imprensa Online. Descarregue a nossa App gratuita para iOS e Android

AdChoices
AdChoices

Mais do Notícias ao Minuto

image beaconimage beaconimage beacon