Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Funcionários da empresa de Água do Bengo não recebem há seis meses

Logótipo de RFIRFI há 2 dias RFI
© DR

Os trabalhadores da empresa Pública de Água e Saneamento da província do Bengo, em Angola, estão há seis meses sem receber salário. A empresa justifica a situação devido à crise financeira que se vive no país e os funcionários pedem a intervenção do Ministério da Energias e Água para encontrar uma solução. 

A denúncia é de Luís Mapa, um dos membros da Comissão Sindical da Central Geral de Sindicatos Livres de Angola (CGSILA) da província do Bengo.

O sindicalista alega que os funcionários estão a viver momentos difíceis devido aos salários em atraso. “Desde que a crise do novo coronavírus, a vida de muitas famílias mudou (...) e as condições de trabalho pioraram”, desabafou.

O responsável sindical refere que a empresa Pública de Água e Saneamento da província do Bengo justifica os salários em atraso devido à falta de receita, motivada pela crise financeira que o país atravessa.

Luís Mapa denuncia ainda a situação ilegal em que se encontram muitos funcionários, que trabalham na empresa há mais de quatro anos sem qualquer tipo de contrato. 

A Central Geral de Sindicatos Livres de Angola pede a intervenção do Ministério da Energias e Água para encontrar o mais breve possível uma solução para os trabalhadores.

AdChoices
AdChoices

Mais de RFI

image beaconimage beaconimage beacon